Financiamento imobiliário Santander

O financiamento imobiliário Santander pode ser muito vantajoso aos clientes que fizeram cadastro na Melhortaxa e constataram que este banco melhor atende seus perfis. Seja pelos juros mensais mais favoráveis ao seu bolso ou condições de pagamento vantajosas: chegou o momento de saber como contratar o crédito.

Neste guia, iremos falar, exclusivamente, sobre todas as etapas de contratação do crédito imobiliário Santander com a ajuda e suporte gratuito da Melhortaxa. Entendendo quais documentos são solicitadas e como proceder ao usar o FGTS, será possível agilizar ainda mais a contratação do financiamento.

Detalhes sobre a contratação do financiamento Santander

Basicamente, ao financiar imóvel com o Santander, algumas etapas de contratação são seguidas a fim de manter a regularidade sobre o processo. Todas elas são auxiliadas por nós da Melhortaxa, a fim de garantir mais segurança desde a simulação de crédito até a assinatura dos contratos. Confira!

  • com o auxílio da Melhortaxa, dê entrada com o pedido de financiamento com o Santander e envie todos os documentos solicitados pelo credor;
  • feito isso, é feito um acompanhamento da análise de toda a papelada a fim de verificar que tudo está correto;
  • aprovada a documentação, o Santander irá marcar um dia para fazer a vistoria da propriedade antes de dar continuidade no pedido de crédito;
  • com a vistoria feita e a análise jurídica tendo aprovado todos os papéis solicitados com o comprovador, o banco irá marcar o dia de assinatura dos contratos. No caso, a Melhortaxa intermediará este encontro entre ambas as partes;
  • após a assinatura, os contratos deverão ser registrados em cartório e uma matrícula atualizada do bem adquirido deve ser entregue ao Santander,

Tarifas e demais despesas do crédito

O financiamento Santander possui algumas despesas com tarifas a serem pagas pelo cliente ao contratar um crédito imobiliário. São elas:

  • Tarifa de Avaliação de Garantia;
  • seguros obrigatórios pelas normas do SFH (Sistema Financeiro da Habitação): DFI (Danos Físicos do Imóvel) e MIP (Morte e Invalidez Permanente),
  • tarifa de cunho administrativo cobrada pelos serviços prestados pelo credor.

Todas as despesas, cabe lembrar, podem ser pagas junto com o financiamento ao longo das prestações mensais. Dessa forma, o cliente ontém mais facilidades ao quitar estes encargos.

Documentação solicitada pelo banco

Durante o cadastro, algumas informações sobre o imóvel a ser financiado são solicitadas pelo Santander, tais como:

  • nome completo;
  • estado cívil;
  • RG com data de expedição e órgão emissor;
  • sexo;
  • endereço atual,
  • profissão.

Com relação ao imóvel, os dados solicitados são:

  • nome e telefone/e-mail de contato de quem irá receber o responsável pela vistoria do imóvel,
  • endereço completo da propriedade.

Documentos do imóvel

Durante as etapas de contratação do crédito, você deve ter percebido que o Santander irá pedir alguns documentos do imóvel. Isso, porque esses precisarão ser analisados antes de qualquer financiamento ser adquirido. Na lista das papeladas a serem entregues, estão inclusas:

  • Matrícula do Imóvel atualizada e emitida nos últimos 30 dias;
  • Certidão Negativa de Ônus, feita pelo Serviço de Registro de Imóveis;
  • cópia do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) do último ano,
  • Certidão Negativa de Tributos Imobiliários expedida pelas prefeituras municipais.

Documentos do vendedor pessoa jurídica

Caso o financiamento seja contraído direto com a construtora ou outra instituição ou pessoa jurídica, serão solicitados os seguintes documentos:

  • Carta Assinada pelos Representantes Legais: a fim de verificar qual dos sócios (se houver) irá contratar o crédito, bem como outras informações importantes envolvendo uma empresa;
  • Estatuto Social: se a empresa for Sociedade Anônima, deve ser apresentado um papel com a ata de eleição da diretoria e outros dados relacionados,
  • Contrato Social: se a empresa for LTDA (Limitada), apresentar este documento devidamente regularizado no órgão competente.

Documentos do comprador e vendedor pessoa física

O comprador e vendedor sendo pessoas físicas, os documentos a serem apresentados consistem basicamente em:

  • RG, CNH ou outro documento oficial com foto;
  • Certidão de Casamento (caso houver) junto com o Pacto Antenupcial que revela em qual regime de bens foi feito o matrimônio;
  • Certidão de Divórcio, Separação ou Óbito do cônjuge – se for o caso;
  • ]
  • Certidão de Nascimento caso o contratante seja solteiro,
  • RNM (Registro Nacional Migratório) caso o cliente não tenha nascido no Brasil.

O uso do FGTS no crédito Santander

O FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), tem sido um dos benefícios trabalhistas mais usados por quem financia um novo bem. Diante disso, o Santander entra na lista dos bancos que aceitam este benefício, seja para dar entrada do imóvel ou quitar parte das parcelas mensais.

Segundo as normas atuais do SFH, ao usar o Fundo de Garantia, o comprador precisa adquirir uma propriedade cujo valor de mercado seja de até R$ 1,5 milhão em todo o país. Ainda, o cliente deve ter trabalhado três anos não-consecutivos com carteira assinada ao sacar o benefício para este fim.

Além da Carteira de Trabalho, alguns documentos são solicitados pelo Santander ao conceder o uso do FGTS no financiamento, são eles:

  • Autorização de Saque;
  • cópia da Declaração de Imposto de Renda do último ano,
  • extrato atualizado sobre o benefício, emitido nos últimos 90 dias.

Fazendo uso do simulador de financiamento imobiliário aqui da Melhortaxa, fica muito mais fácil contratar um financiamento com o Santander. Além disso, conte com nossa ajuda especializada durante a contratação do melhor crédito, gratuitamente e sem sair do sofá!