Saiba as condições do financiamento imobiliário Bradesco

Uma das principais instituições financeiras do Brasil também oferece condições para a aquisição de imóveis, tanto residenciais, quanto comerciais: conheça o financiamento imobiliário Bradesco.

Para saber das regras do financiamento residencial, como iniciar o processo, qual é a linha de crédito disponibilizada pelo banco e todos os detalhes dessa operação, acompanhe o conteúdo que preparamos para você.

Linha de Crédito Imobiliário Bradesco

Depois de cotar todas as possibilidades de mercado para a compra do seu imóvel e decidir pelo financiamento imobiliário Bradesco, você precisa entender o passo a passo desse tipo de transação.

Antes de mais nada, é necessário ser cliente do banco para ter acesso à linha de crédito. A próxima etapa é utilizar o simulador de financiamento imobiliário, disponibilizado pelo site da instituição, para prever os dados da operação que deseja contratar.

Esse passo vai te dar uma média aproximada do valor e do prazo do seu contrato. Se estiver de acordo, você faz uma proposta ao Bradesco e segue para a análise de crédito. O intuito desse procedimento é verificar se você tem condições financeiras para a aprovação da quantia solicitada.

Com os documentos entregues e a análise aprovada, o passo seguinte é a avaliação do imóvel, realizada por uma empresa de engenharia, que vai emitir um laudo, informando se o local está em boas condições e o valor é condizente ao declarado.

Com a avaliação do imóvel concluída, será a hora da análise jurídica, em que os documentos serão validados. Com essas fases finalizadas, o contrato será emitido, o financiamento imobiliário Bradesco será concluído, e o dinheiro cairá na sua conta.

Sistemas de amortização

Como contratante do financiamento imobiliário Bradesco, você tem a opção de escolher qual sistema de amortização utilizar: o SAC (Sistema de Amortização Constante) ou a Tabela Price.

O SAC é o sistema mais utilizado no Brasil e consiste em prestações maiores, que diminuem ao longo do financiamento. Isso acontece por conta dos juros financiamento imobiliário, que são atualizados a cada mês, incidindo sobre o valor do seu débito, que é reduzido com o tempo.

Na Tabela Price, o valor das prestações do financiamento é fixo. Nesse tipo de sistema de amortização, a primeira parcela é composta majoritariamente por juros e demais encargos, que diminuem com o tempo. Com isso, a amortização aumenta após um período, fazendo com que o custo final das parcelas seja sempre o mesmo.

FGTS

Você pode utilizar os seus recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) no financiamento Bradesco. Para isso, é necessário cumprir alguns requisitos.

  • Você precisa ter, ao menos, três anos de registro em carteira (na mesma empresa ou em experiências somadas);
  • Você deve ser o titular da conta FGTS e do financiamento;
  • O imóvel precisa cumprir as exigências do SFH (Sistema Financeiro de Habitação);
  • O FGTS pode ser usado para reduzir o prazo de contrato, a amortização do saldo devedor, o valor das parcelas, o saldo devedor ou abater até 80% das prestações por 12 meses;
  • O financiamento imobiliário deve estar em dia.
  • Uma dúvida bastante comum é “financiamento imobiliário Bradesco quanto tempo demora?” Saiba que a linha de crédito pode durar até 30 anos e corresponder a 80% do valor do imóvel financiado.

    A taxa financiamento imobiliário é a partir de 3,95% a.a. mais a remuneração da poupança. Imóveis novos ou usados com o valor de até R$ 1,5 milhão são financiados por meio do SFH, com parcelas a partir de R$ 200.

    Entenda o financiamento imobiliário

    O financiamento imobiliário é uma linha de crédito oferecida pelas instituições financeiras com o objetivo de facilitar a aquisição de imóveis, tanto de pessoas físicas quanto de pessoas jurídicas.

    As opções de crédito podem cobrir até 80% do valor da propriedade, e o prazo pode chegar a até 35 anos. O ideal é que o valor de cada parcela não ultrapasse 30% da renda do solicitante. É possível fazer o financiamento com o cônjuge ou outra pessoa.

    O CET (Custo Efetivo Total) da operação inclui amortização, juros, tarifas (como a taxa de administração do contrato), encargos e seguros obrigatórios: MIP (Morte e Invalidez Permanente) e DFI (Danos Físicos ao Imóvel).

    Outro ponto importante para considerar no momento de comprar a casa nova são as despesas cartorárias. É necessário pagar o ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis), a escritura pública e o registro do imóvel.

    Vai financiar um apartamento? Conte com a Melhortaxa!

    Se você está decidido a comprar o seu imóvel e recorrer a uma linha de crédito, conte com a equipe especializada da Melhortaxa para te ajudar com o processo.

    Por meio de nossa plataforma, você informa os dados do financiamento e recebe diferentes propostas e soluções de mercado, personalizadas de acordo com seu perfil e orçamento. Acesse e dê início ao seu financiamento imobiliário.