Você sabe o que é o SBPE?

Conheça mais sobre o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo e verifique se ele pode ser uma boa opção de financiamento para você!

No mercado imobiliário, há algumas opções para que o consumidor escolha uma linha de crédito para comprar o seu imóvel. Uma delas é o financiamento pelo SBPE, que possui o prazo de pagamento mais extenso entre as modalidades de empréstimo.

Confira o post abaixo e saiba mais sobre como funciona esse sistema!

?

Entenda o Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE)

O Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) constitui uma modalidade de crédito em que as instituições financeiras captam recursos por meio da poupança. Suas diretrizes foram instituídas pelo Conselho Monetário Nacional, sendo acompanhadas de perto pelo Banco Central para garantir o cumprimento das normas.

Os rendimentos da poupança, inclusive, são a principal fonte de capital para o financiamento imobiliário. A regra diz que as instituições financeiras participantes dessa linha de crédito podem utilizar até 65% dos valores capitalizados nas contas de seus correntistas. Além da poupança, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) também faz parte das linhas de crédito desse tipo.

Tendo a Caixa Econômica Federal e a Sociedade de Crédito Imobiliário como duas de suas principais instituições, o SBPE propicia uma carta de crédito que pode ser parcelada em até 35 anos — um recorde em termos de financiamento. Além disso, ela não possui um limite definido para a renda, e pode ser feita tanto dentro quanto fora do financiamento habitacional — o chamado Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

SBPE tem a maior fonte de recursos para o financiamento imobiliário

Como afirmado anteriormente, os rendimentos da poupança são a maior fonte de recursos para o financiamento imobiliário no Brasil. Tal fator é muito relevante, visto que o sonho da casa própria ainda está presente em boa parte dos brasileiros, e, queira ou não, é bem possível que a modalidade de crédito citada seja a forma mais acessível de se adquirir um imóvel.

Mesmo sendo, talvez, o investimento mais conservador do mercado financeiro, a poupança ainda costuma ser muito utilizada — não à toa, caso não fosse, o SBPE não teria a maior fonte de recursos do mercado imobiliário. Quanto mais depósitos em contas poupança, maior a disponibilidade de crédito nessa linha.

O seu funcionamento, no entanto, não possui grandes diferenças com relação às outras linhas de empréstimo imobiliário. Até 80% do valor total do imóvel pode ser financiado por meio do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo, sendo que o sistema de amortização utilizado é a tabela SAC e o valor das parcelas não ultrapassa 30% da renda familiar do consumidor.

Por que o financiamento é tão importante para o mercado imobiliário?

Em tempos de recuperação da crise econômica vivida pelo Brasil nos últimos anos, o mercado imobiliário aparenta estar voltando aos trilhos de outrora. Nesse sentido, voltam a crescer as vendas de imóveis e, também, de financiamentos junto a instituições financeiras credoras.

É verdade que o crédito imobiliário não é a única forma de se comprar um apartamento ou uma casa — nova ou usada —, mas, mesmo assim, ele continua sendo um dos principais. Como alternativa, o consumidor pode optar por pagar à vista. Essa opção é vantajosa, de fato — já imaginou não ter que pagar juros para comprar um imóvel? —, mas muito complicada de se fazer.

Financiar direto com a construtora, no caso de bens imobiliários comprados na planta, também é um caminho para quem prefere não tratar com instituições financeiras. No entanto, o longo prazo de pagamento propiciado pelos credores — além de taxas mais baixas — é um dos motivos para as construtoras serem preteridas na hora de escolher a melhor forma de adquirir o imóvel.

O financiamento SBPE, por mais que seja uma linha de crédito mais específica do que o empréstimo imobiliário comum, também se encaixa na categoria bancária — ou seja, possui grande participação na movimentação do ramo.

Como faço para conseguir o melhor financiamento?

É verdade que as diferenças entre os valores das taxas entre as diversas modalidades de crédito do mercado são consideráveis. Entre um empréstimo comum e um financiamento imobiliário, por exemplo, estamos falando de milhares de reais só considerado as tarifas. No entanto, há de se ressaltar que essas diferenças estão presentes, também, no âmbito de uma mesma linha de crédito.

No geral, as instituições credoras trabalham com crédito a partir de taxas mínimas — mas, não necessariamente, o valor anunciado na televisão será o ofertado na proposta de compra da sua futura casa. Tudo depende do perfil do cliente e da análise do branco. Nesse sentido, pesquisar é necessário — e nós fazemos isso para você!

A partir das respostas de um formulário presente em nosso site, encontramos a taxa mais vantajosa do mercado para o seu perfil, a fim de diminuir ao máximo os custos do seu financiamento com taxas de juros. Solicite um financiamento de imóvel financiamento de imóvel!

Compartilhe
Veja Também