SFH e SFI : como eles afetam o financiamento?


Comprar a casa própria é o desejo de muitos brasileiros. No entanto, para isso, é bem provável que a maioria dos compradores escolha um financiamento. Assim, podem alongar o prazo de quitação das prestações. Nesse caso, pode ser interessante saber que há dois sistemas de financiamento: o SFH e SFI.
 
Os sistemas SFH e SFI são diferentes entre si, porém, são complementares, atuando em diferentes tipos e valores de financiamento. A Melhortaxa separou para você o que são esses sistemas imobiliários, quais são suas características e como o diferenciar SFH de SFI.

O que é o Sistema Financeiro de Habitação (SFH)?

O Sistema Financeiro da Habitação (SFH) foi legitimado pela lei nº 4.380 em 1964. Regendo grande parte dos financiamentos imobiliários brasileiros, os fundos da conta poupança — podendo, também, ser repassados pelo FGTS — são empregados na aquisição e/ou construção de residências próprias.

 
Essencialmente, o sistema financeiro foi desenvolvido para ajudar o brasileiro a adquirir a sua casa própria. Como medida, o SFH determina que até mesmo o melhor financiamento imobiliário represente, no máximo, 80% do valor total do imóvel — incluindo as despesas acessórias. 
 
A avaliação do valor do bem não pode ultrapassar R$ 1,5 milhão em todos os estados brasileiros. O SFH ainda determina que o Custo Efetivo Máximo (CEM) do contratante do empréstimo não ultrapasse os 12% anuais. 

Vale lembrar que o CEM é diferente do Custo Efetivo Total (CET) na questão das taxas, já que no CET são incluídas, por exemplo, alíquotas, como o seguro de morte, o DIF (seguro de Danos Físicos do Imóvel) e o MIP (Invalidez Permanente).
 
Para se enquadrar no SFH, não é permitido que o contratante possua outro financiamento nesse regime. Caso o solicitante vá utilizar o saldo do FGTS para pagar parte do imóvel, na data de concessão, o contrato CLT do FGTS deverá ter três anos de duração e corresponder a 10% do valor final do imóvel. 

E o Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI)? 

Criado em 1997, o SFI é o Sistema de Financiamento Imobiliário. Ele faz os financiamentos imobiliários que não se enquadram na lei do SFH, como imóveis que possuem um valor maior do que os limites estabelecidos. Esses vão para o SFI.
 
Assim como o SFH, o SFI é utilizado por quem deseja adquirir a sua casa própria. No entanto, esse sistema imobiliário também atende grandes investidores do setor imobiliário, já que os valores dos imóveis que podem ser comprados é maior. 
 
Em grandes centros, como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, apartamentos e casas costumam ter valores superiores ao limite do SFH, por isso, o SFI é bastante utilizado nessas regiões. 
 
Ele também permite que as taxas sejam negociadas pelo contratante e pela instituição financeira, diferentemente do SFH, que determina o limite de 12%. No entanto, no SFI, os recursos do FGTS não são utilizados para comprar imóveis.
 
No SFI, é empregado, também, um sistema de amortização constante para os compradores de imóvel — nesse caso, quita-se as dívidas com antecedência, quando possível.

Qual a diferença entre os dois?

Os sistemas SFH e SFI serão mais ou menos adequados para a sua transação com base única e exclusivamente em um item: o valor do imóvel. Como o comprador não consegue interferir de forma direta e eficaz no valor do bem, resta conferir qual é o sistema mais adequado para a transação. 

Essencialmente, a diferença entre SFH e SFI se dá pelo quão aberto é o sistema que vai gerir o financiamento em questão. O SFH possui normas e pré-requisitos para que um financiamento se encaixe em seu sistema, já o SFI é um pouco mais flexível e permite maior negociação para os compradores de imóveis.

Sistemas financeiros e financiamento? A Melhortaxa te ajuda! 

Agora que você sabe mais sobre o SFH e SFI, é possível entender melhor qual desses sistemas vai afetar o seu financiamento e se planejar melhor. Se durante esse processo você ainda tiver alguma dúvida, converse com a equipe da Melhortaxa! 

Juntamente com instituições parceiras, nós pesquisamos as condições mais adequadas para a sua realidade e te ajudamos a escolher a melhor transição para você. Não espere mais para realizar o sonho da casa própria! Conheça as nossas soluções e alcance essa conquista! 

Veja Também

Mais lidos