Refinanciamento de moto: saiba como funciona

O refinanciamento de moto funciona da mesma forma que o de veículo. Ele consiste em um uma espécie de empréstimo, em que o interessado coloca o bem — nesse caso, a moto — em garantia para tomar dinheiro.

Muitos bancos disponibilizam essa forma de crédito. No entanto, ele não é muito solicitado, pois é pouco vantajoso. Entenda melhor quais são as características desse empréstimo e qual é a melhor opção para organizar o orçamento!

Refinanciamento de moto

No empréstimo pessoal com moto de garantia, esse veículo é colocado em alienação fiduciária. Ou seja, o banco passa a ter a posse indireta do bem, enquanto o dono pode continuar utilizando-o.

Por ter essa garantia, as instituições podem cobrar menos pelo crédito. Por isso, as taxas com refinanciamento — seja de moto, veículo ou imóvel — estão entre as menores do mercado.

Para pagar esse empréstimo, o interessado tem o prazo de até 48 meses. Isso é bem mais do outros créditos mais populares, como a maior parte dos empréstimos pessoais. Há situações em que o banco solicita o primeiro pagamento em até 60 dias após a tomada do crédito.

?

Por que não vale a pena refinanciar a moto

O refinanciamento de moto segue as mesmas regras que o de veículo. Desse modo, o solicitante pode solicitar até 90% do valor do bem. Também é necessário que a moto tenha no máximo dez anos de fabricação.

Atualmente, uma moto 0 km custa em média a partir de R$ 7 mil. Como grande parte dos solicitantes já tem o bem há algum tempo, então, é normal que o veículo valha bem menos do que isso.

Vale notar que não é o interessado que coloca um “preço” na moto. A instituição leva em consideração a tabela Molicar, além de solicitar o parecer de um especialista. Portanto, mesmo que o mercado esteja pagando R$ 5 mil na moto, se ela estiver com avarias, ela poderá valer bem menos.

Em função disso, poucas pessoas refinanciam a moto. Além de ser pouco vantajoso esse crédito, boa parte dos motociclistas utilizam esse bem para trabalhar. Isso faz com que a moto tenha grandes chances de já estar desgastadas e não valer muito.

Alternativa ao refinanciamento de moto

Para quem possui moto e carro, a melhor forma de obter crédito é refinanciando o segundo item. Por valer mais, o solicitante pode conseguir uma quantia significativa para fazer o que quiser, seja quitar dívidas caras ou realizar um curso.

No refinanciamento de veículo, o interessado também pode obter até 90% do valor do bem, dependendo da instituição e da análise de crédito. Para solicitar esse crédito, é necessário preencher alguns requisitos.

Requisitos para refinanciar um veículo

Qualquer pessoa que possa comprovar renda e tenha um veículo pode solicitar o refinanciamento. Os bancos aceitam até mesmo quem está com o nome negativado, pois eles já têm a garantia de pagamento.

Para fazer a solicitação, o indivíduo deve apresentar diversos documentos para o empréstimo com veículo em garantia:

  • RG e CPF;
  • CNH;
  • Comprovante de residência e renda;
  • Certidão de casamento (se for casado),
  • CRV e CRLV do veículo.

Como comprovar a renda

Pela lei, as prestações do crédito não podem ultrapassar ? do rendimento mensal do solicitante. Portanto, se a pessoa ganha R$ 3 mil, ela não pode pagar mais do que mil nesse empréstimo ou qualquer outro.

Em função disso, além da garantia, é necessário apresentar a comprovação de renda. Para quem trabalha de maneira formal, isso pode ser feito com a apresentação da carteira de trabalho.

Por outro lado, os autônomos podem apresentar: extratos com movimentações financeiras, RPA (recibos de pagamento de autônomos) e contrato de prestação de serviços (se houver).

Mais dinheiro no refinanciamento de imóvel

Para quem precisa de uma quantia substancial — para pagar dívidas, por exemplo — pode valer mais a pena o refinanciamento de imóvel. Nesse caso, é possível solicitar até 60% do preço da casa ou apartamento.

Nesse tipo de crédito, as taxas também são baixas, e os solicitantes têm até 120 meses para concluir o pagamento. Além disso, o indivíduo pode continuar morando no imóvel, pois o credor só terá a posse indireta, para o caso de inadimplemento.

Melhortaxa tem o refinanciamento ideal para você

Na Melhortaxa, você busca e simula o refinanciamento ideal para o seu orçamento. Basta preencher um rápido formulário gratuitamente para receber as melhores oportunidades por e-mail.

Agora que você já sabe que o refinanciamento de moto não vale muito a pena, que tal solicitar um empréstimo com carro ou imóvel de garantia? A Melhortaxa ajuda você. Simule já!

Veja Também