Quanto tempo dura um consórcio imobiliário?

Normalmente, um consórcio imobiliário pode demorar mais de 10 anos até ser quitado por completo, assim como no financiamento

Quanto tempo dura um consórcio? Normalmente, esta é uma das dúvidas mais comuns por parte de quem não sabe qual serviço de crédito contratar para adquirir um imóvel. Isso porque, em todas as opções existentes, é preciso se planejar financeiramente de modo a não comprometer seu orçamento mensal.

Se possui pressa em se mudar, o financiamento pode ser uma boa opção. Agora, se deseja comprar um imóvel, mas pode esperar alguns anos, o consórcio é mais vantajoso. Confira, neste post, a resposta para algumas dúvidas relacionadas a ambos os serviços de crédito.

Consórcios podem demorar mais de 10 anos

Assim como no financiamento, a duração de um consórcio imobiliário costuma ser superior a 10 anos. No entanto, isso não significa que precisará esperar tanto tempo até ter sua cota contemplada, pois sorteios e lances ocorridos mensalmente podem antecipar a premiação.

Como se sabe, para participar os sorteios, é preciso estar com o pagamento de todas as parcelas do consórcio em dia. Dessa forma, talvez você já possa obter a carta de crédito contemplada logo no primeiro mês, ou demorar longos anos. Tudo dependerá da sua sorte!

Há ainda a contemplação por lances, uma espécie de leilão onde quem oferecer a maior proposta é contemplado com a carta de crédito. As ofertas podem ser livres, embutidas ou fixas, sendo cada uma com suas próprias características:

  • lance fixo: a oferta oferecida pelos membros do grupo deve ser a mesma. No caso, se houver mais de uma pessoa que deu o lance naquele mês, o contemplado será definido pela administradora por meio de um sorteio;
  • lance embutido: o consorciado usará parte da carta de crédito como lance. Dessa forma, ao ser contemplado, o montante a ser recebido já terá esta quantia descontada,
  • lance livre: muito comum no Brasil, nele. a pessoa irá ofertar uma quantia correspondente a soma de quantas parcelas do crédito deseja pagar antecipadamente.

Você pode ser contemplado antes de terminar o consórcio

Como mencionado, os lances e sorteios mensais são as duas formas de ter um consórcio imobiliário contemplado. No entanto, as normas e regulamento de ambos os processos devem estar minuciosamente citados no contrato assinado no ato de contratação do crédito por ambas as partes.

Nele, também deve estar mencionado como deve ser feito o pagamento do restante do consórcio, após a carta de crédito ter sido contemplada. Normalmente, a menos que queira antecipar a quitação do restante da dívida, ela continuará ativa e precisará ser liquidada mensalmente até a data de vencimento.

Ao ofertar lances, verifique até quanto de dinheiro pode usar sem comprometer seu orçamento. Outra dica é acompanhar nos primeiros meses do consórcio se os demais membros do grupo estão com o pagamento em dia e se eles também pensam em propor algumas ofertas.

Aprenda a calcular o valor do consórcio

Quatro itens compõem o valor das parcelas do consórcio imobiliário: fundo comum, taxa administrativa, seguro e fundo de reserva. Sua grande vantagem é justamente a ausência de juros, ou seja, fica mais fácil conseguir pagar todas as prestações ao longo dos meses.

Conheça abaixo, alguns detalhes sobre cada um destes quatro itens:

  • fundo comum: corresponde ao montante pago para a seguradora ter o valor total do imóvel todos os meses ao contemplar um membro do grupo; 
  • taxa administrativa: cobrada por quem cuida do consórcio e seu valor varia de acordo com cada uma;
  • seguro: montante deixado como reserva pelas administradoras para ser usado em caso de sinistro,
  • fundo de reserva: dinheiro arrecadado para ser usado em situações envolvendo inadimplência ou outros contratempos.

Financiamento X consórcio

Sabendo quanto tempo dura um consórcio, conclui-se que o número de prestações pouco varia em relação ao financiamento imobiliário. No entanto, a principal diferença entre ambos os créditos é a não-cobrança de juros pelo primeiro, diminuindo o valor das parcelas.

O FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) também pode ser usado na antecipação do pagamento de prestações futuras. Semelhante caso ocorre no financiamento, onde este benefício trabalhista é usado no pagamento de parte da entrada do imóvel ou na amortização extraordinária.

Se você deseja adquirir um imóvel à vista ou não possui pressa ao se mudar, o consórcio pode ser a melhor opção. Isso porque, no financiamento, é preciso já ter em mente qual propriedade deseja comprar e contratar um crédito a partir do seu valor — com a vantagem de não esperar nada até a mudança.

Na dúvida entre consórcio ou financiamento, a Melhortaxa te ajuda a escolher um crédito mais adequado ao seu perfil. Cadastre-se já em nosso site e receba todo o apoio de nossos especialistas capazes de verificar qual banco apresenta as melhores vantagens. Tudo isso de forma gratuita. Confira!

Veja Também