Quantas parcelas posso atrasar no financiamento?

Saiba o que acontece se você atrasar as prestações do seu financiamento e como isso pode afetar sua vida


Mesmo se planejando antes de fazer um financiamento, poucas pessoas consideram que podem perder o emprego ou enfrentar alguma dificuldade durante o processo. Quando isso acontece, é normal se perguntar: quantas parcelas posso atrasar no financiamento

Ao atrasar as parcelas do financiamento imobiliário, você corre o risco de ter seu nome vinculado nos cadastros de proteção ao crédito, como o SPC e o Serasa, por exemplo. No entanto, a pior possibilidade é a de perder o imóvel, que pode ser retomado pelo banco a partir da terceira parcela de inadimplência. 

Se você vai fazer um financiamento ou está no meio de um, saiba mais sobre isso no blog da Melhortaxa e se livre da pergunta: “Quantas parcelas posso atrasar no financiamento?”

Evite atrasar as parcelas do financiamento imobiliário

Uma forma de evitar uma prestação atrasada é fazer uma simulação coerente antes de iniciar o financiamento imobiliário. Com essa ferramenta, é possível determinar qual será o comprometimento da renda familiar. Quanto maior ele for, menos verba estará disponível para fazer uma reserva de emergência, por exemplo. 

No caso de perda de emprego, falecimento ou doenças, é possível solicitar o Fundo Garantidor de Habitação Social (FGHAB) que assegura o pagamento da dívida. Caso esse seguro não seja solicitado logo no primeiro mês e as parcelas continuem seguindo em atraso, o cenário pode piorar rapidamente.  

Retomada do imóvel

O limite de inadimplência que o banco aceita são três parcelas em atraso no financiamento imobiliário, depois disso, a dívida pode ser executada e o imóvel pode ser leiloado. Isso acontece porque o imóvel fica em nome do banco e só é transferido para o contratante após a quitação do financiamento.

No entanto, ao contrário do que parece, as instituições financeiras evitam retomar bens por alguns motivos. Uns dos principais é que os bancos não sabem como vender esses imóveis, assim como têm prejuízo ao manterem a residência fechada, gastando com manutenções prediais e conservação. 

Por essa razão, algumas instituições costumam ser tolerantes com o atraso e demoram mais que o limite para iniciar o processo de retomada do bem. Independentemente disso, praticamente todas elas são abertas a negociar o pagamento das parcelas atrasadas de forma vantajosa para os envolvidos.

Atrasou as parcelas? Negocie! 

Se não foi possível solicitar o FGHAB e as parcelas seguem em atraso, entre em contato com a instituição financeira o mais rápido possível para negociar o débito. É importante demonstrar para o banco que, mesmo em condições desfavoráveis, você é proativo para honrar seus compromissos financeiros. 

Segundo a Caixa Econômica Federal — instituição que detém a maior parte dos financiamentos no país —, o atraso no pagamento vai seguir gerando multa e juros referentes aos dias de atraso. 

Isso permite que os bancos e financeiras cadastrem os inadimplentes nos serviços de proteção ao crédito, prejudicando ainda mais o contratante. Com o desenrolar das negociações, esses impactos negativos podem ser minimizados ajudando os dois lados da moeda. 

Conquiste sua casa própria com a Melhortaxa! 

Agora que você não vai ficar se perguntando “quantas parcelas posso atrasar no financiamento?”, saiba que é possível se programar para evitar que esse tipo de situação. Você também conta com uma equipe especializada que pode te ajudar em qualquer momento da transação! Conheça as soluções da Melhortaxa! 

Aqui, pesquisamos para você as melhores condições de mercado para a contratação do financiamento, assim como dispomos de diferentes simuladores para te ajudar a tomar as decisões mais assertivas para a sua realidade financeira e momento de vida! Converse com a nossa equipe! 

Veja Também

Mais lidos