O papel das agências imobiliárias no mercado

Saiba como as agências imobiliárias podem te ajudar a comprar um imóvel e conheça informações sobre como elas atuam no setor

Durante o processo de aquisição de um imóvel, o proprietário deseja vendê-lo ou alugá-lo e o possível morador está a procura de algum adequado às suas necessidades. Diante disso, é necessário um órgão moderador, capaz de unir ambas as pessoas e intermediar por elas.

Embora seja possível adquirir uma propriedade sem as agências imobiliárias atuarem como intermediárias, é comum elas fazerem o meio de campo entre as duas partes da relação. Conheça mais sobre a importância dessas instituições e como a Melhortaxa pode te ajudar na compra de um imóvel com os menores juros do mercado.

?

Quais as funções de uma imobiliária?

As funções da imobiliária vão desde o auxílio na busca por uma propriedade compatível com suas necessidades até o fechamento do contrato. Isso porque as agências de imóveis e seus profissionais devem ter habilidades sobre a dinâmica do mercado imobiliário e conhecimentos jurídicos sobre a área.

A regulamentação de suas atividades ocorre pelo Código Civil e o CRECI (Conselho Regional dos Corretores de Imóveis). Ambos possuem como objetivo fiscalizar os corretores imobiliários, garantindo segurança a todas as pessoas interessadas em adquirir um imóvel.

Para quem está em busca de um imóvel, residencial ou comercial, o corretor atua como um “terceirizado” durante o processo. Nesse caso, recomenda-se que a imobiliária a qual ele está vinculado se localize nas proximidades da propriedade, com o intuito de facilitar o trabalho dos profissionais.

Como se sabe, os corretores de imóveis são especializados no mercado imobiliário e estão aptos a encontrar propriedades dentro dos critérios estabelecidos pelo cliente com uma maior facilidade. Por exemplo: caso uma pessoa esteja à procura de apartamentos com dois dormitórios na Mooca, zona leste de São Paulo, o profissional irá buscar quais imóveis possuem esses requisitos nas proximidades.

Contudo, antes de fechar negócio em determinada propriedade, mesmo ela atendendo todos os seus requisitos, é preciso ficar por dentro das melhores maneiras de financiar sua compra. Na Melhortaxa, por exemplo, fazemos uma análise das maiores instituições financeiras do país e verificamos qual possui melhores condições de acordo com seu perfil.

Por fim, a imobiliária deve ser capaz de estabelecer o preço de um imóvel disponível no mercado por seu intermédio. Utilizando como base o valor do m² na região e demais características da propriedade (posição em relação ao sol, tamanho da área de lazer, etc.), ela avalia qual deve ser o valor da venda.

Busca e administração de imóveis

Quando o comprador e o interessado pelo imóvel se encontram e concordam que o negócio é satisfatório para ambas, a imobiliária, por meio do seu braço jurídico, elabora o contrato de venda. Nele, devem estar mencionadas todas as informações sobre a propriedade, tais como seu endereço, metragem e quantidade de cômodos.

Na elaboração dos contratos, a instituição deve contar com advogados especializados em direito imobiliário. Detalhes do processo, relativos a impostos sobre a operação e ajustes na documentação, entram nesse pacote de serviços. Ainda, lembre-se dos juros a serem pagos mensalmente e que precisam ser os menores do mercado.

Remuneração

Segundo o Código Civil, a remuneração pela assessoria prestada é devida ao corretor “uma vez que tenha conseguido o resultado previsto no contrato de mediação, ou ainda que este não se efetive em virtude de arrependimento das partes”.

O Código de Ética do profissional também estabelece regras quanto aos valores e esquemas de recebimento dessa comissão, o que garante mais segurança ao cliente. E o CRECI de cada estado define quando o corretor irá receber em cada tipo de transação.

Geralmente, seu cálculo é feito em cima de uma porcentagem sobre valor do imóvel. Por exemplo: se em determinada região o índice de corretagem é de 5% e uma propriedade é avaliada em R$ 500 mil, o corretor deve receber a quantia de R$ 25 mil.

No estado de São Paulo, em específico, nos imóveis urbanos essa porcentagem fica entre 6% e 8%, e em imóveis rurais vai de 6% a 10%. Para saber qual é a taxa do sua região e se a imobiliária está cobrando a comissão corretamente, consulte o site do CRECI.

Importância das agências imobiliárias

As agências imobiliárias contribuem por uma maior rapidez no processo de compra e venda de uma propriedade, exercendo o papel de intermediária. Além disso, essas instituições fazem com que o processo seja executado com mais segurança, sem nenhuma das partes lesada.

Ainda, as imobiliárias conseguem organizar melhor as papeladas e documentações do imóvel negociado, indo atrás de todos os trâmites do processo. Isso evita possíveis dores de cabeça ao comprador e diminui as chances de haver quaisquer irregularidades no contrato de compra e venda.

Buscando financiamento imobiliário para comprar uma casa? A Melhortaxa compara as taxas das maiores instituições financeiras do país e indica a melhor opção de acordo com seu perfil financeiro, sem cobrar nada por isso. Cadastre-se já em nosso site e receba toda a assistência de nossos especialistas!

Veja Também