Prós e contras de casas de madeira

Típicas do cenário rural e de certas regiões do Brasil, as casas de madeira são uma das principais escolhas quando a ideia é compor um ambiente rústico e aconchegante. Os modelos pré-fabricados oferecem diversas opções de tamanho e características, oferecendo um meio prático e confiável para quem deseja uma casa desse tipo.

Para um mundo acostumado às casas de alvenaria, no entanto, algumas diferenças podem ser sentidas. O material faz com que a acústica e as condições de temperatura, por exemplo, sejam diferentes. A manutenção e os cuidados também são específicos, e devem ser levados em conta por quem está avaliando a compra de uma casa desse tipo.

Nem um pouco frágil – A casa de madeira é mais rápida e mais barata de ser construída, se comparada com casas de alvenaria. O uso de madeiras de qualidade – plantadas especialmente para esse fim, e vindas de fontes renováveis – assegura uma estrutura segura e resistente. As ripas são maciças e, em uma construção de qualidade, são encaixadas de forma a não permitir a entrada de vento ou água pelas frestas. O acabamento também contribui para a solidez da construção. A madeira deve ser envernizada por dentro e por fora, recebendo ainda tratamento especial contra pragas como o cupim.

Para os moradores, o que faz mais diferença no início são a acústica e as variações de temperatura, mais sensíveis do que as encontradas em casas de alvenaria.

Cuidados com a casa de madeira – Para que o imóvel saia como o desejado é preciso tomar cuidados desde antes do início da construção. É bom consultar um especialista para saber se o terreno escolhido permite esse tipo de construção, uma vez que uma área muito úmida, por exemplo, pode não ser ideal. Mesmo assim, a casa não fica em contato direto com o solo. A fundação é sempre de alvenaria. Nesse estágio também já são planejadas e construídas as instalações elétricas e hidráulicas. Banheiros e cozinhas também são de alvenaria. A montagem dos cômodos de madeira é a etapa seguinte da construção, seguida do tratamento dado à madeira.

Casas de madeira têm prazo de validade longo – aproximadamente 100 anos – caso a manutenção seja feita corretamente. O verniz deve ser reaplicado anualmente, dependendo das condições climáticas do local. Maior umidade ou incidência de sol agem sobre o material de maneiras distintas, por isso se informe sobre cuidados e tratamentos específicos para o local. Algumas empresas que constroem casas de madeira oferecem a manutenção por um período médio de cinco anos.

Embora as paredes sejam feitas de madeira bastante maciça e resistente, alguns elementos da casa, como portas e forros, são mais leves e mais propensas aos ataques de cupins. Por isso, os cuidados em relação a eles deve ser dobrado. Para não ter surpresas desagradáveis sobre a situação da casa, os moradores precisam ser atentos e observar alterações de cor e textura no material. 

Compartilhe

Veja Também