Os 5 mandamentos da decoração

Revistas de decoração e lojas de móveis planejados são repletos de ambientes que deixam qualquer um babando. Embora móveis caros e o dedo de um profissional da área contribuam para criar esse efeito, os elementos básicos da decoração não necessitam de muito dinheiro ou da ajuda de um arquiteto para serem colocados em prática.

Os mandamentos da decoração dizem respeito ao bom uso do espaço e elementos disponíveis. A ideia é que a decoração “guie” o olhar do observador, criando harmonia, destacando os pontos fortes e disfarçando os fracos. O uso das cores e de peças-chave completam as regras da boa decoração.

Confira 5 mandamentos para colocar em prática.

Escolha o ponto focal – Ponto focal é o destaque da decoração. É para onde o olhar se encaminha primeiro, e em função do qual as demais peças são pensadas e distribuídas. O ponto focal precisa ser um elemento de maiores dimensões, como uma estante, um armário, uma mesa ou um belo sofá. Estilo, cor e materiais do ponto focal devem ser sua referência na hora de escolher os outros elementos, cujas características devem estar em harmonia com o foco do ambiente.

Cuidado com a proporção – Você já entrou em uma sala entulhada, ou que dava a impressão de estar vazia demais? Esse tipo de coisa acontece quando o princípio da proporção é deixado de lado. Por isso, por mais que você tenha se apaixonado por uma estante vistosa, tentar encaixá-la em uma sala pequena vai criar um efeito negativo na decoração. O tamanho do cômodo precisa ser levado em conta na hora de escolher móveis e luminárias, por exemplo. Os móveis precisam estar de acordo com as dimensões do local e ser proporcionais entre si.

Crie equilíbrio – Pense em uma balança de dois pratos. Eles ficam no mesmo nível se os pesos sobre eles forem iguais, certo? O equilíbrio na decoração funciona de maneira parecida: é a busca por simetria. Se você usou um objeto muito grande ou pesado em determinado canto de um móvel, por exemplo, não deixe o lado oposto vazio. Se não puder, tente colocar esse elemento no centro.

Conheça o poder do ritmo – A existência de padrões é incompatível com a sensação de caos. Na decoração, isso quer dizer que pode ser uma boa ideia adotar a repetição de determinado tipo de elemento, cor ou estampa. Nesse tópico, também é possível criar “ilusões de ótica”. O alinhamento horizontal de itens cria efeito de alongamento do espaço, enquanto os diagonais destacam a altura.

Use o contraste contra o tédio – À primeira vista esse último mandamento parece contradizer tudo o que foi dito antes, sobre a importância de criar padrões, equilíbrio e proporção. Mas o contraste não anula nenhuma das regras acima. Estampas e texturas diferentes, elementos originais ou pessoais e pequenos elementos que “quebram” a simetria local tornam o ambiente mais interessante. Escolha peças autênticas, que contrastem com o padrão geral da decoração, e os acomode em pontos de destaque do ambiente.

Veja Também