Organizando uma mudança


Aconteceu: você encontrou a sua futura casa. Achou um imóvel que cabe no seu bolso, mediu os cômodos, pesquisou os serviços da vizinhança e as possibilidades de locomoção e tudo se encaixa no que você esperava. Agora é hora de se mudar. Para não transformar esse processo em um problema, sem imprevistos e sem esquecer nada pelo caminho, você precisa planejar sua mudança.

Escolhendo o transporte – O ideal é começar o processo com, pelo menos, três meses de antecedência. Na primeira etapa, comece pesquisando empresas de transporte. Faça orçamentos com três ou quatro empresas, prestando atenção não somente no preço do serviço, mas também às condições. A empresa tem uma equipe que ajuda a empacotar certos móveis e equipamentos? Com que material isso é feito? O que é arrumado pela empresa ao se chegar na nova casa? Existem taxas para serviços extras, como seguros e garantias? Explore esses detalhes. Lembre-se, também, de ao fechar o contrato ter determinado o volume exato do que será transportado.

Empacotando – Especialistas em organização aconselham uma semana para empacotar os objetos de cada cômodo da casa. Mas antes de fazer isso vale a pena fazer uma seleção do que vai ou não para a nova casa, sobretudo se o espaço for menor. Saiba o que cabe ou não nela, e separe móveis, objetos da casa e pessoais que não precisam ser levados, e os separe para doação ou venda.

Para que nada se perca no caminho, procure não misturar objetos de diferentes cômodos ou pertences de duas ou mais pessoas na mesma caixa. Agrupe os objetos por “temas” ou utilidade. Escreva na caixa qual o seu conteúdo e a quem pertence. Quando estiver empacotando, deve fazer uma check-list do que está sendo colocado dentro da caixa. Comece pelo que não é usado com muita frequência, e limpe o que estiver sujo.

Lembre-se de fechar as extremidades das caixas com fita adesiva, para que não rasguem, e de escrever “frágil” nas caixas que contém espelhos, vidros, louças e peças delicadas – que devem ser previamente embrulhados com plástico bolha –, além de setas indicando o lado de cima. Objetos de valor devem, se possível, ser levados pelos próprios membros da família.

Separe algumas mudas de roupa, toalha e os objetos de higiene pessoal que serão utilizados pelos moradores nos próximos dias.

Os móveis não precisam ser necessariamente desmontados. Os que podem ser transportados no caminhão e que podem entrar na nova casa sem desmontar podem ir inteiros. Para saber quais móveis se encaixam nessa categoria consulte um especialista – pode ser da própria transportadora.

Atualizando serviços e estrutura – Na semana anterior à mudança, ligue para seus serviços de telefone, internet e TV a cabo e informe a mudança de endereço. O mesmo deve ser feito em relação a assinaturas de jornais e revistas e com a titularidade das contas de água, luz e telefone.

Visite a casa nova para limpar o ambiente, checar se as ligações hidráulicas e elétricas estão todas funcionando e, se preciso, fazer pequenos reparos. 

Veja Também

Mais lidos