CET

CET deve ser levado em consideração ao contratar qualquer produto financeiro

O custo efetivo total (CET) consiste em um tipo de taxa que engloba todas as despesas e encargos do crédito. Parte desse custo é dos juros cobrados pelos bancos. Além disso, há ainda tarifas, tributos, seguros, gastos relacionados com o registro do contrato, entre outros.

Desse modo, ao comparar diferentes produtos de crédito, o cliente não deve olhar apenas para a taxa de juros. Esse valor ser baixo não significa que há realmente uma condição mais favorável (e econômica). O CET precisa ser levado em consideração.

Importância do CET

Como visto, o CET serve para que o tomador de crédito possa avaliar e comparar as ofertas de crédito disponíveis. Por concentrar em apenas um número as taxas cobradas, o cliente tem mais facilidade de fazer a escolha.

Os bancos devem fornecer ao interessado a planilha de cálculo do custo efetivo total. Se houver a contratação da operação financeira, esses dados devem constar no contrato de maneira explícita.

A instituição credora precisa se assegurar que o cliente está ciente de como é feito o cálculo do CET e o que ele inclui. É importante destacar ainda que a taxa representa as condições na data do cálculo, isto é, no momento da contratação.

Além disso, as propagandas e informes publicitários são obrigatórios a fornecer o custo total. Essas são exigências do Banco Central.

Cálculo do CET

O CET deve considerar todas as despesas e encargos relacionados com a operação, como tributos, tarifas, juros do contrato e custos de responsabilidade do cliente. No entanto, ele não inclui taxas flutuantes, referenciais ou índice de preços cujo valor pode se alterar durante o prazo da operação. Isso deve ser fornecido à parte.

A planilha do custo efetivo também precisa incluir em cada componente o percentual com relação ao valor total.

Como comparar os CETs

Para fazer a comparação dos CETs, é necessário que o interessado simule o mesmo valor e prazo. Somente dessa forma a análise será válida, pois as situações serão iguais.

O CET pode ser avaliado na hora de contratar um financiamento de imóvel, de veículo, empréstimo pessoal, empréstimo com imóvel de garantia e muitos outros produtos financeiros. Caso o solicitante do crédito tenha alguma dúvida sobre o cálculo, é importante tirá-la com o credor antes da contratação. O custo efetivo total é uma informação que faz toda a diferença para o orçamento e, por isso, deve ser analisada com cuidado.

Na Melhortaxa, essa simulação pode ser feita de maneira muito simples e on-line — tanto para verificar as melhores condições de refinanciamento e financiamento. Isso permite que o interessado opte pela melhor proposta e economize significativamente ao contratar um desses produtos.

Veja Também