Importância do crédito para microempreendedor

Contratar o crédito para microempreendedor a fim de obter o capital de giro à sua empresa pode ser mais vantajoso com o refinanciamento de carro

Segundo o Portal do Empreendedor, já são mais de 8 milhões de MEI’s (Microempreendedores Individuais) ativos em todo o Brasil. Tal dado revela uma tendência cada vez mais presente no mercado: a abertura de pequenas empresas em substituição aos vínculos empregatícios via CLT.

No entanto, montar sua própria empresa requer cuidados, principalmente quanto ao capital a ser investido. Neste caso, usar recursos e investimentos pessoais pode não ser a melhor opção ao obter um capital de giro e construir o patrimônio. A dica, inclusive, é solicitar crédito para microempreendedor com juros baixos e facilitadas condições de pagamento, como o refinanciamento.

Entenda neste post como abrir uma microempresa e usar o crédito com garantia de veículo como o montante necessário de capital de giro.

?

A importância do capital de giro ao abrir um pequeno negócio

Basicamente, toda empresa em fase inicial de estruturação necessita de um capital de giro para se manter operacional. Durante os primeiros meses, enquanto não houver um princípio de lucro, contar com esse recurso é fundamental caso não queira ver sua pequena empresa quebrada ou falida.

Sem o auxílio de um capital de giro, uma empresa não consegue crescer de forma saudável, justamente porque não terá recursos ao arcar com suas contas. Inclusive, essa é uma das causas pelos quais muitas empresas pequenas não conseguem durar mais de um ano ativas.

A ausência de um capital de giro, além de poder levar seu negócio à ruína de imediato, pode te levar a buscar outras formas de quitar as dívidas acumuladas. Muitas vezes, perante essa situação, os juros são altíssimos e, quanto mais sujo seu nome estiver, menos chances terá de contratar um serviço de crédito vantajoso.

Capital de giro e investimento fixo: entenda a diferença

O capital de giro corresponde a todo dinheiro a ser usado em situações de emergência toda vez em que houver necessidade. Já o investimento fixo é a quantia gasta na aquisição de móveis, documentações e demais instrumentos necessários para a empresa começar a funcionar de forma regularizada.

Se está pensando em abrir uma empresa e necessita ter um montante para usar como investimento fixo, lembre-se sempre de se planejar financeiramente. Entretanto, caso todo o dinheiro obtido seja usado nesta etapa, é importante contratar um refinanciamento de veículo a fim de obter o capital de giro.

Manter um equilíbrio entre o investimento fixo e o capital de giro é uma outra forma de abrir uma pequena empresa com o pé direito. Com isso, não será preciso realocar recursos de um setor à outro, nem deixar nenhum “santo descoberto”.

Quanto de capital de giro é necessário no início de um negócio?

Quanto maior o prazo de pagamento que a empresa oferecer ao cliente e sua necessidade de manter um estoque considerável de produtos, mais capital de giro ela precisará ter. Normalmente, o ideal é esse recurso corresponder entre 50% e 60% dos ativos da empresa.

Diante deste fator, é muito importante decidir quais critérios e condições poderão ser oferecidas aos clientes durante o pagamento sem ter algum prejuízo. Por exemplo: só aceite cartão de crédito se tem capital suficiente para pagar os encargos durante o período entre a compra e o recebimento dinheiro.

Refinancie seu veículo e tenha um bom capital de giro

Existem diferentes maneiras de obter um crédito para microempreendedor e usá-lo como capital de giro em sua empresa, sem tocar nos seus investimentos pessoais.

No caso, contratar um refinanciamento de veículo é a melhor opção de conseguir um elevado montante de dinheiro, mediante juros baixos e condições de pagamento facilitadas.

Neste tipo de crédito, será possível obter até 90% do veículo na sua conta corrente, ou seja, um maior volume em relação a qualquer empréstimo pessoal. Por exemplo: se seu carro está avaliado em R$ 60 mil, dependendo da sua situação financeira, você pode receber até R$ 54 mil.

Outra vantagem de contratar um empréstimo para capital de giro, mediante refinanciamento automotivo diz respeito aos juros cobrados todo mês. Enquanto nos créditos consignados esse valor pode chegar a ultrapassar 10% a.m, nesta modalidade, eles ficam, em média, apenas 1,7% a.m.

Diante de todos os benefícios, é importante saber como conseguir capital de giro com a instituição financeira capaz de oferecer as melhores condições do mercado. Cadastrando-se no site da Melhortaxa, nossa equipe de profissionais irá analisar detalhadamente seu perfil e traçar quais instituições melhor atendem suas necessidades.

Gratuitamente, você receberá toda a assistência, desde a avaliação até a assinatura dos contratos e seus registros em cartório. Portanto, não perca mais tempo e simule já um refinanciamento de veículos e obtenha o melhor capital de giro para sua pequena empresa!

Veja Também