Comprar Imóvel

A compra do imóvel envolve diversos fatores, sendo o principal deles a forma de pagamento. Afinal, essa aquisição envolve o desembolso de um grande montante.



Para quem não tem o valor integral para comprar a casa ou apartamento, a solução é optar por um financiamento. Essa modalidade de crédito imobiliário pode ser concedida de acordo com a renda familiar. Saiba mais!




Como funciona o financiamento



No financiamento imobiliário, a instituição financeira empresta dinheiro ao tomador de crédito para que ele efetue a compra. Esse empréstimo é pago aos poucos, e o prazo para isso pode ser de até 35 anos.



Além do preço do imóvel, as mensalidades também incluem as taxas cobradas pelo banco. Há no país duas maneiras de pagar o débito, que influenciam diretamente no valor das parcelas.


Sistema Price



Essa modalidade de financiamento para comprar imóvel segue a Tabela Price, um sistema de amortização em que as prestações são iguais do começo ao fim. Por esse modo, boa parte das primeiras parcelas se referem aos juros.



Ao longo do tempo, a amortização aumenta e os juros caem. Portanto, o valor da mensalidade não se altera, mas a composição da parcela sim.



Sistema de Amortização Constante (SAC)



Nesse sistema, como o próprio nome já diz, a amortização se mantém durante todo o financiamento. Por outro lado, os juros se alteram e vão diminuindo. Na prática, isso significa que as primeiras parcelas serão mais altas que as últimas.



A grande vantagem do SAC é que ele garante maior folga ao orçamento depois de certo tempo. Se hoje o cliente for pagar uma parcela de R$ 2.000, daqui alguns anos esse valor poderá ser de R$ 400, por exemplo. É, então, uma solução para quem pensa a médio e longo prazo.



Composição da renda familiar



Para evitar a inadimplência, os bancos não permitem que o financiamento comprometa mais do que 30% da composição familiar. Essa renda pode ser formada por até três entes.



Quando a compra do imóvel ocorre em conjunto, todos os que fazem parte da composição familiar se tornam proprietários dele. Também é válido notar que todos têm o direito de sacar o FGTS para abater a dívida, caso se enquadrem nas regras.



O prazo também pode ser definido pela composição familiar. O tempo máximo para quitar o financiamento será com base na idade da pessoa mais velha. Como a regra é que a idade mais o prazo seja de 80, se um comprador tiver 65 anos, a data limite será de 15 anos.


Valor da entrada



Para realizar o financiamento, boa parte dos bancos solicita que os compradores apresentem a entrada. Esse valor corresponde deve ser de, pelo menos, 10% do imóvel.



No programa Minha Casa, Minha Vida é possível financiar 100% do imóvel, mas isso é uma exceção à regra. Além disso, essa facilidade só é concedida para as famílias de baixa renda, até determinada faixa de rendimento.



Cabe notar que quanto maior for a entrada, menor será o valor parcelado. Portanto, vale a pena fazer um esforço para dar um valor superior ao piso. Assim, o total a ser pago será menor, assim como os juros e as parcelas.



Utilização do FGTS



O saldo do FGTS pode ser usado para aumentar o valor da entrada, diminuir o montante a ser pago ou, até mesmo, quitar de vez a dívida. Para sacar o valor, é preciso que o comprador preencha alguns requisitos.



O primeiro deles é ter pelo menos três anos de trabalho com carteira assinada, mesmo que não consecutivos. Ou seja, o interessado pode ter sido registrado em 2008 e depois em 2010.



Também é necessário morar ou trabalhar no município que pretende comprar. Como esse tipo de financiamento é feito pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH), o solicitante não pode ter outra compra em aberto na mesma modalidade.



Além disso, o interessado também não pode ter outro imóvel na mesma cidade que pretende comprar o imóvel.



Status do imóvel



Dependendo da situação do imóvel, alguns fatores podem ser diferentes. Confira:



Imóvel na planta



Os imóveis na planta costumam ser mais baratos que os prontos. Durante a pré-entrega das chaves, que é quando ocorrem as obras, o comprador paga a entrada e as primeiras parcelas.



Antes da entrega das chaves, não há incidência de juros sobre o que o comprador paga. Nessas parcelas só é aplicada a correção monetária do Índice Nacional de Construção Civil (INCC).



Quando as chaves são entregues, o comprador deve escolher se irá pagar à vista ou fará um financiamento. Para evitar imprevistos, é preferível já pensar nessa questão no momento da assinatura do contrato. Assim como pesquisar as taxas cobradas pelas instituições financeiras.


Imóvel pronto



Ao comprar um imóvel pronto, o consumidor não tem mais a possibilidade de parcelar a entrada. Portanto, esse valor já deve estar separado para poder garantir o financiamento.



Nesse caso, o comprador tem a vantagem de poder se mudar mais rapidamente. Além disso, há mais chances de o proprietário estar aberto às negociações. Para os bancos, o financiamento de uma propriedade pronta e de uma em construção acontecem da mesma forma.



Melhortaxa ajuda você


Quer comparar as melhores taxas de financiamento para a compra do imóvel? Conte com a Melhortaxa! Somos especialistas em financiamento e crédito com imóvel em garantia.



Temos simuladores exclusivos para você verificar qual pode ser o valor da sua parcela, prazo e custo total. Para obter esses dados, basta preencher algumas informações sobre a sua situação financeira e o valor do imóvel desejado.



Caso tenha dúvidas, entre em contato conosco. Contamos com uma equipe especialista em mercado imobiliário, que poderá te ajudar em qualquer etapa do financiamento.



Financie sem sair de casa



Depois de escolher a proposta que melhor se adequa às suas necessidades, nós iremos enviar a lista de documentos solicitada pela instituição. Assim que o banco aprovar a documentação, irá ocorrer a formalização da operação.



Quase todo o processo para a obtenção do financiamento é feita de maneira on-line, exceto a assinatura do contrato. Além disso, não cobramos qualquer taxa pela utilização da calculadora, nem da assessoria.



Aproveite já para financiar o imóvel dos seus sonhos, sem precisar sair de casa!






Veja Também