Financiar um imóvel usado é uma boa opção?

Entenda mais sobre o assunto e saiba o que considerar para fazer essa escolha


A Caixa Econômica Federal (CEF) oferece três linhas de financiamento de imóveis: o financiamento de terreno, com a construção do imóvel ou apenas a construção, os programas de habitações populares e o financiamento de imóveis. 

Dentro do financiamento, é possível comprar, com condições muito semelhantes, um imóvel novo ou usado. Essa linha de financiamento dá prazo para pagamento de até 35 anos, aceita usar o FGTS e oferece outros benefícios inerentes aos financiamentos da Caixa. 

Financiar imóveis usados é um bom negócio? 

Alguns itens têm que ser levados em conta antes de comprar o imóvel. A vida útil do empreendimento, seu tempo de construção, manutenção e preço devem ser avaliados com cautela.

Vida útil do imóvel

A vida útil varia conforme os anos de construção e materiais utilizados no processo. Em comparação com alguns imóveis novos que foram construídos com menos capricho ou materiais de qualidade inferior, os mais antigos podem ter construção sólida, nenhum problema estrutural e um projeto eficiente, sendo uma boa opção. 

Ainda assim, é bom avaliar se a construção realmente não tem nenhum tipo de problema estrutural grave ou que precise de consertos. Isso pode encarecer o imóvel, gerando custos extras com manutenção e reformas, que são muito comuns em empreendimentos mais antigos. 

Durante o processo de financiamento, engenheiros credenciados pela Caixa fazem uma vistoria no imóvel para averiguar se ele atende às condições de enquadramento e garantia da operação. Essa etapa é crucial para as construções mais antigas que estão com alguma irregularidade ou problemas estruturais.  

Muitos financiamentos de imóveis usados são negados exatamente por esses motivos. Durante a vistoria, descobre-se uma série de problemas com a propriedade, o que faz com que o banco negue o pedido de financiamento. 

Pronto para morar

Uma das principais vantagens em financiar um imóvel usado é a disponibilidade para mudança. Diferentemente dos apartamentos na planta ou dos empreendimentos em fase de finalização, os imóveis usados já estão prontos para morar, sendo mais práticos e garantidos. 

É comum que as construtoras atrasem as obras ou enfrentem problemas com a prefeitura, por exemplo. Com o imóvel usado não há esse risco, pois a obra já foi concluída e está pronta para receber os próximos moradores. 

Preço mais baixo

Por serem menos atraentes do que os grandes lançamentos imobiliários, os imóveis usados atraem menos compradores e, por isso, costumam ter um preço ligeiramente menor. As taxas, juros e demais condições também podem ser um pouco menores e proporcionalmente mais interessantes para quem busca um financiamento.

Ainda assim, os valores sofrem influência direta da região na qual a construção está. Imóveis em um bairro de classe A são naturalmente mais caros do que os que estão localizados em um bairro de padrão inferior. Essa variação de preços se reflete nos financiamentos, sejam eles de imóveis novos ou não.  

Qual imóvel escolher? 

Antes de escolher o tipo de imóvel e partir para o financiamento, é preciso fazer uma simulação para ver o que realmente cabe no seu bolso. Caso surja alguma dúvida durante o processo, converse com o time da Melhortaxa! Nós pesquisamos e comparamos as melhores opções do mercado para você tomar a melhor decisão! 

Quando tiver certeza sobre qual linha de crédito escolher, não esqueça de avaliar os seguintes pontos para decidir entre um imóvel novo ou usado:

  • Vida útil do imóvel;
  • Pronto para morar,
  • Preço mais baixo.

Financiamento é na Melhortaxa!

Ainda tem alguma dúvida? A gente te apoia nesse período e te ajuda a  perceber qual é o caminho mais indicado para você. Conheça os nossos serviços! 

Veja Também

Mais lidos