O que é volatilidade? Para os investidores de longa data, responder a essa pergunta não leva muito tempo, já que estão acostumados com as variações do mercado da Bolsa de Valores. Mas para quem está iniciando nesse mundo, entender esse conceito ainda é complicado.

Classificado como um dos indicadores importantes dos investimentos — principalmente da Bolsa de Valores (B3) —, ele ajuda a interpretar quais as melhores aplicações e realizar previsões.

Se você vai conseguir um empréstimo para começar a empreender no mercado de investimentos, veja o conteúdo abaixo. Aqui você vai encontrar um guia completo sobre o que é volatilidade de mercado e como esse indicador afeta na escolha de um ativo. 

Entenda o significado de volatilidade

A volatilidade representa a intensidade e o número de vezes em que um ativo é negociado durante um período, por isso, é considerada uma variável econômica. Ou seja, esta é uma forma de medir a variação de um título.

Esse indicador tem como principal função ajudar os investidores a entender as movimentações dos preços, para que seja possível prever quais investimentos serão mais rentáveis.

Risco e volatilidade

Independentemente de em qual tipo de investimento você escolha aplicar, o risco sempre estará presente. Porém, o que diferencia um ativo de outro é a quantidade de risco atribuído, e é aí que entra a volatilidade de investimentos.

Por meio desse indicador, o investidor consegue calcular e analisar a quantidade de perigo — risco — de começar a aplicar em um determinado título. No entanto, vale ressaltar que as previsões, apesar de ajudarem, não são exatas nem garantias de sucesso.

Tipos de volatilidade

Com o intuito de prever as variações de diversos ativos de investimentos, a volatilidade é classificada em diferentes tipos, dependendo da área em que é utilizada. Veja abaixo os quatro principais.

  • Histórica: é calculada de acordo com as variações dos preços de um determinado ativo durante um período preestabelecido;
  • Implícita: é a prática de tentar prever a variação futura. Isso quer dizer analisar os preços atuais e comparar com a volatilidade histórica;
  • Real: representa o preço do ativo futuro, ou seja, é necessário usar o preço do ativo no mercado futuro. Mas, quando chegar no vencimento, torna-se volatilidade histórica,
  • Cambial: representa o nível de estabilidade que as moedas estrangeiras têm no mercado.

Como usar a volatilidade para encontrar bons ativos?

Saber usar a volatilidade do mercado a favor do investidor é uma habilidade altamente requisitada, principalmente na Bolsa de Valores, já que as ações são um dos tipos de investimentos mais instáveis.

Por exemplo, ao comprar um título de uma empresa por R$ 70, e percebendo que sua volatilidade nos últimos dois anos variou de R$ 60 a R$ 100, você encontrou uma boa oportunidade de lucrar mais do que seu valor mínimo.

Os investidores que mais se beneficiam por essa instabilidade são os chamados Day Trade. Eles praticam operações curtas, que duram da abertura da B3 até o seu fechamento, lucrando com as variações desse período.
  

Amplie seu capital com a assessoria da Melhortaxa!

Agora que você sabe o que é volatilidade de ações e entende como esse indicador pode te ajudar a aumentar seu rendimento, amplie seu capital e aplique mais. Com a ajuda da Melhortaxa, você consegue encontrar oportunidades exclusivas de crédito.

Acesse nosso site e faça a sua simulação! Por meio de um serviço totalmente gratuito, nossa equipe analisa o mercado em busca das ofertas que mais se encaixam no seu bolso.

LEAVE A REPLY

Coloque seu comentário
Please enter your name here