Documentos para empréstimo com veículo em garantia

Durante a contratação do refinanciamento de carro, já deixe separado todos os documentos solicitados pelos credores

Durante a contratação de um refinanciamento automotivo, é normal os credores solicitarem alguns documentos antes de liberarem o crédito. Isso porque, por meio destes papéis, fica mais fácil saber se o veículo a ser dado como garantia está regularizado e com todos os impostos devidamente pagos.

Como se sabe, esta modalidade de crédito pode ser uma excelente opção caso queira quitar dívidas contratando um serviço com juros baixos. Neste post, vamos falar detalhes sobre os documentos para empréstimo com veículo em garantia, bem como são feitos todos os trâmites.

Documentos pessoais

Os documentos pessoais solicitados servirão para verificar se você não oferece risco de inadimplência, bem como analisar sua pontuação de score. Dentre os principais, podemos citar:

  • RG: normalmente, as instituições financeiras exigem que você tenha 18 anos ou mais antes de refinanciar um carro;
  • CPF (Cadastro de Pessoa Física);
  • comprovante de renda: no caso de trabalhadores CLT, holerite salarial; já profissionais autônomos, extrato da conta corrente, poupança, declaração de Imposto de Renda, etc.;
  • comprovante de residência: geralmente, é solicitado os três últimos;
  • Certidão de Nascimento ou de Casamento,
  • CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Documentos do veículo

Com relação ao automóvel, a documentação para refinanciar veículo mais solicitada pelos credores envolvem:

  • CRV (Certificado de Registro do Veículo): este documento informa todos os dados sobre o automóvel a ser dado como garantia, tais como: nome, ano, modelo, número da placa, características em geral, chassi e qual combustível usa;
  • Certidão de Pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), comprovando a quitação deste tributo anual referente ao ano vigente;
  • CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo): também conhecido como licenciamento, sem ele, é proibido trafegar com o carro em qualquer rua ou avenida,
  • DUT (Documento Único de Transferência do Veículo): entregue ao dono do veículo quando a compra do bem é oficializada.

Como funciona o refinanciamento automotivo?

No refinanciamento de veículos, a pessoa irá oferecer seu automóvel como garantia de empréstimo e este ficará alienado até a última parcela do crédito ser quitada. Contudo, o dono do carro continuará usando-o normalmente — uma das principais vantagens desta modalidade.

Seja no alívio das dívidas, reforma da casa, abertura de franquia ou obtenção de um capital de giro, o refinanciamento de carro é a melhor alternativa para fugir dos altos juros do empréstimo pessoal. Isso porque, este crédito apresenta várias vantagens capazes de te auxiliar financeiramente.

Benefícios do crédito com veículo em garantia

As taxas de juros de um refinanciamento automotivo costumam ser bem menores em relação àquelas praticadas pelos empréstimos pessoais. No caso, seus índices giram em torno de 1,7% a.m, totalizando aproximadamente 20% a.a, enquanto no crédito pessoal, a porcentagem pode alcançar facilmente os 10% a.m.

O prazo de pagamento da dívida também é outro benefício proporcionado pelo crédito com veículo em garantia. Seu limite de parcelas é 48, ou seja, você poderá quitar toda sua dívida em até quatro anos com os menores juros do mercado.

Por fim, vamos falar sobre o volume de crédito a ser fornecido pelo banco — talvez a maior vantagem do refinanciamento. Dependendo da análise do seu perfil, é possível obter até 90% do preço de mercado do carro. Por exemplo: se o bem custa R$ 50 mil, os bancos podem te fornecer até R$ 45 mil.

Quem pode contratar este tipo de crédito?

Uma das grandes dúvidas sobre como fazer empréstimo com veículo em garantia está relacionada às pessoas que podem contratar o serviço. Basicamente, comprovando renda, qualquer brasileiro pode refinanciar o carro e aproveitar todos os benefícios deste crédito.

O carro usado como garantia deve estar registrado no nome de quem irá solicitar o empréstimo e precisa estar devidamente atualizado com a documentação. Ainda, alguns credores estabelecem uma idade máxima de 10 anos ao veículo, ou seja, hoje, somente automóveis de 2009 em diante são aceitos.

Dependendo da instituição financeira, carros alienados que ainda não terminaram de ser pagos podem ser refinanciados. Inclusive, em algumas situações, o montante obtido pelo próprio empréstimo com veículo em garantia pode ser usado na quitação do financiamento ativo.

Se você deseja se livrar das dívidas contratando um refinanciamento automotivo, já deixe os documentos separado para empréstimo ao entrar em contato com a Melhortaxa. Cadastrando-se em nosso site, iremos analisar seu perfil gratuitamente e comparar os juros das maiores instituições financeiras do país.

Recebendo as propostas dos bancos, iremos te mostrar qual melhor atende seu perfil para que você possa fechar excelente negócio. Cadastre-se já!

Veja Também