Muitas vezes uma nomenclatura mal empregada pode tirar o mérito de uma medida simples e eficaz. E este é o caso do refinanciamento imobiliário, ou melhor, crédito com garantia em imóvel. Mas, qual o mal entendido? Simples, nem todo imóvel foi financiado – muitos podem ser fruto de herança ou aquisição à vista, por exemplo. Portanto, o termo “refinanciamento” não faz jus à modalidade, que se aplica também a imóveis que nunca passaram pelo processo de financiamento.

“E quais são as vantagens em optar por esse tipo de empréstimo?”. Os benefícios do home equity são muitos, e a Melhortaxa destacou os 5 principais:

1 – Taxa de juros baixa
Segundo relatório do Fundação de Proteção de Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP) de julho, a média geral da taxa de juros do empréstimo pessoal foi de 5,61% ao mês. O Cheque Especial alcançou a taxa média de 9,17%, segundo dados.

No crédito com garantia em imóvel, por sua vez, você encontra índices a partir de 1% ao mês, não chegando a 2,5% ao mês.

2 – Prazo de pagamento longo
Um dos principais atrativos desta modalidade de empréstimo é o prazo do pagamento, que pode ser de até 20 anos (240 meses). Os empréstimos pessoais, por sua vez, demandam a quitação da dívida em até 5 anos (60 meses).

3 – Volume maior de crédito
Outro grande diferencial é o limite alto do valor do empréstimo. É possível obter até 50% do valor avaliado do imóvel em empréstimo.

4 – Liberação rápida do dinheiro
O dinheiro pode ser liberado em até 30 dias, dependendo do tempo que o banco ou financeira levará para avaliar o imóvel e seus documentos.

5 – Uso livre do capital levantado
O crédito permite que o cliente obtenha dinheiro para qualquer finalidade, não há qualquer tipo de restrição para o uso do dinheiro. É possível utilizar a quantia para quitar dívidas com juros altos, investir em um negócio, pagar estudos, adquirir outro imóvel, viajar, mobiliar a casa ou pagar grandes festas, como um casamento.