Como fazer o orçamento de pintura?

Seja reformando ou construindo uma casa, a pintura é a etapa final do acabamento de uma obra. E é também uma das mais prazerosas: é a hora de escolher entre a variedade de cores e texturas e, finalmente, dar o ponto final na casa ou cômodo. Mas como orçar essa última etapa de todo o trabalho?

Nessa hora, é importante prezar pela qualidade do material e da mão de obra. Um trabalho mal feito, afinal, pode comprometer o efeito final da obra. E o orçamento consiste, basicamente, no preço do material e da mão de obra multiplicados pela área a ser pintada. Entenda melhor essa conta.

Materiais e planejamento – Tenha em mente todo o material a ser utilizado e as etapas da pintura. Qual é o trabalho a ser feito na parede? Ela já está pronta para receber a nova pintura ou precisa ser preparada, com lixa, massa corrida ou gesso? E a pintura, como será? Qual é o tipo de tinta ou efeito que se quer causar? Será apenas tinta ou algum tipo de textura? Quantas demãos de tinta serão necessárias?

É importante que tudo isso entre no orçamento, e que seja comprado de uma vez só. Isso evita que você compre exatamente o que precisa, sem se perder nos gastos ou desperdiçar material. Os diversos tipos de pincéis, bandejas para preparar e misturar a tinta e materiais de limpeza utilizados para limpar os respingos no final do orocesso também devem entrar na conta.

Custo por m2 – Quanta tinta será necessária? A resposta é obtida calculando a metragem da parede a ser pintada. Para isso, é preciso medir a altura da parede e multiplicar pela largura da mesma – o resultado será a sua medida em metros quadrados. Uma parede que tenha 3 metros de altura por 5 de comprimento, por exemplo, terá 15 m2 de área. Caso a parede tenha portas ou janelas, faça o mesmo cálculo de metragem com as portas e janelas e depois subtraia pela soma total de metros quadrados da parede. Por fim, some a área de todas as paredes para saber a metragem total a ser pintada.

Geralmente as latas de tinta trazem o rendimento por metro quadrado. Uma lata de 18 litros, por exemplo, rende 200 m2 com uma demão. Dividindo a quantia em litros pelo rendimento, temos 111 ml por metro quadrado. Se for preciso dar duas demãos é só multiplicar o resultado por dois. Assim se chega na quantidade necessária para cobrir toda a superfície a ser pintada. Faça isso com todo o material a ser utilizado, como massa corrida ou gesso.

Custo da mão de obra – Os pedreiros e pintores cobram preços diferentes, por jornada ou  por área a ser trabalhada, de acordo com o serviço a ser executado. Pintar uma parede já preparada para isso é diferente, por exemplo, de fazer a preparação e a pintura.

Segundo o índice DataFolha de janeiro de 2015, preparar uma parede custa, em média, R$ 40,00 por m2 na cidade de São Paulo, enquanto apenas a pintura sai em média por R$ 20,00 o m2. Não esqueça de somar esse custo ao custo dos materiais utilizados, e assim alcançar o custo total do trabalho.

Buscando financiamento imobiliário para a casa nova? A Melhortaxa compara as taxas das maiores instituições financeiras do país e indica a melhor opção de financiamento para seu perfil financeiro, sem cobrar nada por isso. Faça já uma simulação!



  • Orçamento de pintura

Compartilhe

Veja Também