Como escolher qual o melhor consórcio imobiliário

Durante a contratação, verifique quais taxas são cobradas pelo administrador e as formas possíveis de contemplação

Consórcio de imóveis tem sido um dos tipos de créditos mais procurados na atualidade, principalmente por conta da ausência de juros nas parcelas. Além disso, é totalmente seguro e apresenta uma série de benefícios a quem está a procura de um imóvel e não possui dinheiro suficiente para dar entrada em um financiamento.

Contudo, ao escolher qual o melhor consórcio de acordo com suas necessidades, é preciso se atentar a alguns pontos importantes que podem fazer total diferença

Como se sabe, este tipo de crédito é solicitado por um grupo de pessoas interessadas em adquirir um bem e que, para isso, adquirem uma carta de crédito. A partir daí, existem duas formas de contemplação: por lances e sorteios mensais. Confira detalhes sobre os cuidados ao escolher um consórcio imobiliário.

?

1- Verifique se existe alguma cobrança a mais pelos serviços prestados

Como mencionado, uma das grandes vantagens proporcionadas pelos consórcios é a ausência total de juros durante a quitação das prestações. Todavia, isso não significa que não pode haver cobrança de taxas e serviços adicionais prestados pela administradora.

Uma das taxas mais comuns é a de seguro de vida, ou seja, o cotista passa a ter alguma segurança caso algum consorciado venha a falecer. Outra importante, é o fundo de reserva a ser usado em situações de inadimplência (quando os devedores atrasam o pagamento). Neste caso, se o montante não for usado, ele pode ser devolvido ao cliente após o término do consórcio.

Se você possui dúvidas sobre alguma taxa cobrada, verifique no site do Banco Central do Brasil quais são devidamente legalizadas.

2- Saiba o modo de funcionamento dos lances e sorteios

As formas de contemplação dos consórcios são, basicamente, os sorteios mensais e as ofertas de lances oferecidas pelos membros do grupo em uma espécie de leilão. Enquanto uma depende um pouco de sorte, a outra pode levar a um adiantamento no recebimento de parte da carta de crédito.

Existem três tipos de lances nos quais o consorciado pode participar: embutido, fixo e livre. Cada um possui características distintas e formas de contemplação diferentes, como se pode ver a seguir: lance embutido:

  • o consorciado pode oferecer uma proposta sem necessariamente ter todo o dinheiro disponível. No caso, a futura carta de crédito pode ser usada e, ao fim do seu pagamento, a quantia retirada será descontada do total;
  • lance fixo: o consorciado pode pagar um valor até 50% maior de cada prestação mensal. Como complemento do lance, é possível usar até 25% do valor total da carta de crédito a ser concedida,
  • lance livre: modelo mais tradicional de leilão, quem oferecer a melhor proposta, vence.

3- Saiba o valor de cada parcela para seu orçamento não ficar comprometido

O valor das parcelas a serem pagas todo mês no consórcio não podem ultrapassar 30% da sua renda mensal. Mesmo as prestações sendo mais baratas, geralmente, em relação ao financiamento, fique atento e evite comprometer seu orçamento.

Neste item, cabe lembrar da importância de se fazer um planejamento financeiro antes de contratar qualquer consórcio. Uma das formas de fazer isso é poupar dinheiro todo mês e investi-lo em aplicações de renda seguros e com altos índices de rendimento.

4- Tenha ciência dos prazos de contemplação oferecidos

Muitas vezes, um consórcio contemplado pode levar anos para ocorrer e, por esse motivo, precisa ser pensado duas vezes antes de contratá-lo. Isso porque, se você tem pressa em adquirir um imóvel, talvez essa possa não ser a melhor opção em relação ao financiamento tradicional.

Por outro lado, caso sua carta de crédito possua um número menor de prestações, o valor de cada uma tende a ser mais elevado. Dessa forma, seu orçamento pode ficar apertado e as dificuldades em quitá-las todo mês pode ser maior.

5- Antes de assinar, leia atentamente o contrato

Escolhido qual o melhor consórcio, o último cuidado é verificar e ler atentamente todas as cláusulas do contrato a ser assinado. Nele, devem estar citados todos os pontos mencionados pelo administrador, bem como o modo de realização dos sorteios e lances.

Atente-se também quanto às possíveis taxas cobradas, se todas são devidamente regularizadas perante a lei e como elas irão estar diluídas em cada parcela. Por fim, o contrato deve constar como será feito o reajuste anual das prestações, bem como os direitos e deveres de cada membro do grupo.

Está a procura de um consórcio imobiliário? Então faça já um cadastro aqui, no site da Melhortaxa, e conte com a nossa ajuda durante todas as etapas de contratação deste tipo de crédito. Tudo isso de forma 100% gratuita. Confira!

Veja Também