Como avaliar um imóvel para compra ou financiamento?

Saiba como avaliar um imóvel, qual a importância desse processo e como fazer isso corretamente


Avaliar um imóvel é um passo importante para quem vender ou comprar uma residência. A avaliação serve para determinar o valor do bem, possibilitando um melhor planejamento financeiro para ambas as partes da transação. É a partir da avaliação que é possível determinar o estado da propriedade e suas qualidades. 

Independentemente do motivo, se é uma avaliação de imóvel para venda ou por outra condição, é importante saber como esse processo é feito e quais pontos considera. Saiba mais sobre a avaliação no texto abaixo! 

Consulte sempre um profissional 

Ao avaliar um imóvel, seja para compra ou para venda, é necessário procurar profissionais credenciados e com boa reputação. Corretores devidamente conhecidos e imobiliárias de confiança no mercado são uma boa opção para evitar possíveis dores de cabeça no futuro. 

Apenas o profissional habilitado vai poder avaliar o imóvel de maneira correta, mostrando-lhe a realidade do bem de forma que você possa pensar nos próximos passos. Ainda assim, você pode observar alguns itens que lhe permitam avaliar o imóvel, mesmo que informalmente, e ver se as informações passadas batem.

Como fazer a avaliação do imóvel

Por mais diversos que sejam os motivos de fazer uma avaliação de imóvel para financiamento ou para outras operações, como locação ou inventário, por exemplo, é necessário ter atenção durante o processo e não esquecer nenhuma etapa. Confira abaixo alguns pontos importantes a considerar

Localização

Um dos primeiros itens a serem considerados ao avaliar um imóvel é a localização do bem. De crucial importância, é ela que ajuda a determinar não só o preço médio da região, mas também o perfil de comprador que se interessa pela propriedade, as facilidades da região e até mesmo algumas características físicas do bem. 

Imóveis localizados em bairros próximos a vias de acesso como metrô, trem, corredores de ônibus e grandes avenidas costumam ser mais caros devido à grande procura e facilidade de acesso. Esse é um dos fatores que mais influencia no preço e na hora de avaliar um imóvel. 

Para avaliar um imóvel é preciso considerar outros itens, e as características físicas dos bens da região também podem aumentar o preço de todos que estão localizados ali. 

Se a propriedade desejada fica em um bairro nobre e conceituado, ela será mais cara, mesmo que não possua uma grande metragem ou características mais nobres. Da mesma forma como os imóveis que estão em bairros mais acessíveis serão mais baratos, mesmo que possuam diversos cômodos ou acabamento fino. 

Características físicas

Ao avaliar um imóvel, um dos primeiros itens ponderados são as características físicas daquele bem. A área útil construída, tipo dos acabamentos, número de cômodos e condição das estruturas costumam ser os primeiros itens lembrados por quem vai avaliar um imóvel. 

Com relação à metragem do espaço, a partir de determinações municipais é possível determinar o preço do metro quadrado construído por cada região. Essa determinação é de fundamental importância pois, a partir dela, pode-se calcular qual é o valor base do imóvel, desde que se saiba sua área útil. 

A partir desse cálculo, pode-se adicionar outras características além do tamanho na equação. Por exemplo, um imóvel que possua 200 m² terá um valor específico, que pode ser menor se comparado com outro imóvel que tenha os mesmos 200 m², mas que possua uma piscina. 

Esse último imóvel pode ser mais caro, mas se a piscina estiver em más condições e precisar de reformas extensas, essa característica pode pender mais para o lado negativo do que para o positivo. É por esse motivo que avaliar as condições de toda a estrutura construída é tão importante.

Com a análise da fiação, solidez da construção, documentação na prefeitura, fundações e outros itens, é possível perceber se aquele imóvel está em boas condições ou não. Ao vistoriar e avaliar o imóvel, pode-se ver se o valor pedido por ele é justo ou se o bem está sendo superestimado.  

Média de preço da região 

A média de preço da região é um bom termômetro para estimar qual será o preço do bem, antes mesmo de avaliar o imóvel para inventário ou outro motivo. Por meio dela, é possível perceber se aquele bem está muito acima ou abaixo da média, determinando se é um bom negócio ou se é melhor ter cautela. 

Por exemplo, se a média das casas da região é de R$ 500 mil, uma casa que custe R$ 250 mil pode parecer uma economia. No entanto, o imóvel pode estar sendo vendido tão barato porque possui graves problemas estruturais que demandarão reformas extensas, gastando mais dinheiro de seu futuro proprietário. 

Devemos lembrar também que nem sempre os vendedores serão honestos e revelarão todos os problemas que o imóvel possui. Por isso, é de extrema importância apostar em um que seja de confiança e sempre realizar uma vistoria no imóvel.  

Avaliando imóveis para financiar? Conheça a Melhortaxa! 

Se você vai financiar sua casa própria, saiba mais sobre as soluções da Melhortaxa! Aqui, nós pesquisamos as condições do mercado e te ajudamos a encontrar as que mais se adequam para a sua realidade! Converse com os nossos especialistas e saiba mais sobre nossas soluções. 

Veja Também

Mais lidos