Casa ou apartamento?

Mais que uma questão de gosto, a escolha entre um e outro deve ser ponderada de acordo com suas necessidades


Todos gostaríamos de morar em uma casa repleta de suítes, espaçosa, com varanda, churrasqueira e piscina no quintal. Entretanto, nem sempre a ideia que temos de imóvel perfeito é compatível com nossas necessidades e estrutura familiar. Saiba mais sobre os tipos de financiamento imobiliário.

Um bom exemplo é a aquisição de um apartamento cujo condomínio oferta uma grande área de lazer, com quadras de tênis, piscina, sauna, e o comprador não tem tempo para desfrutar de tais diferenciais. Em casos assim, fica claro o equívoco no momento de fechar o negócio e analisar a relação custo x benefício do bem. Para que erros como esse não aconteçam, é preciso estar atento à compatibilidade entre o seu perfil e a estrutura do imóvel. Casa ou apartamento? São inúmeros os fatores que podem interferir na escolha do comprador. E é importante que cada um deles seja considerado, para que não haja arrependimento futuro.

O apartamento possui características que podem causar desagrado a compradores inexperientes com este modelo residencial. A falta de privacidade é a maior delas. Embora o apartamento tenha a circulação restringida à unidade familiar e àqueles que a mesma permitir, a rotina predial envolve o lido constante com prestadores de serviço, vizinhos e visitantes. Sem falar, claro, na necessidade de se respeitar as regras decididas pelos moradores e síndico em reuniões. 

A casa, por sua vez, tem a privacidade como ponto forte. Quando se mora em uma casa, não há a presença de áreas comuns. E as áreas abertas, como varanda, quintal e jardim não precisam obedecer quaisquer regras, já que toda e qualquer prerrogativa diz respeito apenas aos moradores do imóvel. Em compensação, a segurança é o fator mais negativo na escolha de uma casa. Enquanto nos prédios há um sistema de segurança funcionando, nas casas qualquer medida tomada nesse sentido fica por conta do próprio morador. E não há como fugir disso, já que as casas são mais vulneráveis que os apartamentos. Ainda que seja localizada em um condomínio horizontal, é necessário que se pague uma taxa pela vigilância.

O importante é que o valor do bem não seja o único ponto a ser considerado na busca por um imóvel. Casa ou apartamento, não importa, sentir-se satisfeito e seguro com sua escolha diante da possibilidade de um rearranjo familiar é o fundamental. Por isso, além de pesquisar muito o que está sendo ofertado, tire um tempo para analisar suas necessidades no que toca à moradia.

Buscando financiamento imobiliário? A Melhortaxa compara as taxas das maiores instituições financeiras do país e indica a melhor opção de financiamento para seu perfil financeiro, sem cobrar nada por isso. Faça já uma simulação!

Veja Também

Mais lidos