Cancelar financiamento é a melhor opção?

Descubra se cancelar financiamento é a melhor opção caso não consiga pagar as parcelas e como a portabilidade pode te ajudar nesse processo

Durante o pagamento das prestações do crédito imobiliário, imprevistos podem surgir a ponto de você sentir dificuldades ao quitá-las. Diante dessa situação, muitos brasileiros pensam em cancelar financiamento, romper o contrato com a instituição financeira ou, simplesmente, deixarem de quitar as parcelas.

Tal tarefa consiste no anulamento de quaisquer contratos de compra de uma propriedade por meio do financiamento. Mas, essa é a melhor opção? Geralmente, fazer a portabilidade pode ser a solução para não cancelar o pagamento do crédito e pagá-lo com juros mensais mais baixos.

?

É possível cancelar o contrato de financiamento?

Muitas vezes, as pessoas que contratam um crédito imobiliário sentem dificuldades ao pagar as dívidas das parcelas. Portanto, em algumas situações, o proprietário acaba desistindo de continuar com o recurso e dá entrada no processo de cancelamento do financiamento de imóveis.

Outra opção é quitar de uma vez todas as parcelas do financiamento, encerrando sua dívida com o credor. Contudo, se você está com dificuldades em dar continuidade no pagamento mensal das prestações, essa pode não ser a melhor solução antes de desistir de um financiamento imobiliário.

Cuidados durante o financiamento

Um dos principais cuidados a serem tomados durante o financiamento imobiliário envolve a contratação do serviço com alguma instituição financeira. Nesse caso, recomenda-se verificar todas as cláusulas presentes no contrato antes de assiná-lo e constatar que não há nenhuma informação ou cobrança indevida.

Antes de contrair um financiamento, tenha em mente que, dependendo do número de parcelas, ele pode levar mais de 20 anos até ser quitado totalmente. Por isso, o ideal é fazer um planejamento financeiro, conhecer os tipos de amortização existentes durante o processo e não recorrer ao desistência do financiamento imobiliário em casos de imprevisto.

O valor total do imóvel a ser adquirido e de cada prestação do financiamento não pode exceder 30% da renda mensal para não comprometer seu orçamento. Por exemplo: caso seu salário e o de sua família seja de R$ 7 mil, o máximo a ser pago mensalmente deve ser de R$ 2,1 mil.

Não tente deixar de pagar as prestações

Talvez o maior erro cometido por quem deseja cancelar o financiamento seja parar de pagar as prestações mensais ao credor. Muitas situações em que um imóvel acaba sendo leiloado é porque seus proprietários deixaram de quitar as parcelas e não justificaram tal atitude à instituição financeira.

Indo a leilão, as chances da propriedade ser arrematada por um preço abaixo do seu valor de mercado é maior. Em muitas situações, inclusive, o dinheiro arrecadado por essa “venda forçada” acaba não sendo suficiente para encobrir o restante do financiamento a ser pago pelo banco.

A portabilidade de crédito é a melhor solução para você

Diante de todos os problemas que podem surgir caso opte por fazer anular o financiamento, a melhor solução é renegociar sua dívida com a instituição financeira ou, simplesmente, fazer a portabilidade. Como se sabe, é possível migrar seu financiamento para outro banco sem pagar nada por isso — exceto despesas extras cobradas ocasionalmente.

Optando pela portabilidade, fica mais fácil obter juros mais baixos de financiamento e, consequentemente, diminuir o valor de cada prestação a ser paga. Tudo isso sem aumentar o valor total da dívida e o número de parcelas. Além disso, na Melhortaxa oferecemos toda a ajuda necessária ao encontrar a instituição financeira com as melhores condições de acordo com seu perfil.

Antes de migrar sua dívida, tente negociá-la com o banco atual

Você pode tentar negociar com a instituição financeira atual as condições de pagamento do empréstimo. Contudo, a melhor opção continua sendo a portabilidade de crédito para ter melhores condições de pagamento e não se ver obrigado a cancelar o financiamento.

Ao oferecer a proposta do novo banco ao atual, ele tem um prazo de até cinco dias para retornar e tentar negociar a permanência da dívida na instituição. Contudo, caso isso não ocorra e você decida fazer a portabilidade, o credor atual deve disponibilizar toda a documentação ao novo no prazo em até dois dias.

Fazer a portabilidade de financiamento e evitar cancelar financiamento pode ficar muito mais fácil com a ajuda da Melhortaxa. Fazendo um cadastro gratuito em nosso site, um time de especialistas irá avaliar sua dívida e verificar quais instituições financeiras possuem os juros mais baixos do mercado.

Assim, você conseguirá as melhores condições de pagamento das prestações e poderá continuar pagando as prestações no novo imóvel. Faça já uma simulação!

Veja Também