As vantagens oferecidas pela permuta de imóveis

A permuta de imóveis oferece lucro para ambos os envolvidos, além de ser uma maneira mais prática de aquisição de imóveis


Atualmente, a atividade de permuta de imóveis tem ganhado mais espaço no segmento imobiliário, uma vez que essa forma de negociação oferece benefícios a ambos os lados. Além disso, é mais prática que o formato “compra e venda” tradicional.

Mas, afinal, o que é permuta de imóveis? Quais as vantagens oferecidas e como é feita? Confira a seguir as respostas para essas perguntas e demais informações importantes para que o negócio seja lucrativo para ambas as partes.

O que é permuta de imóveis

Em poucas palavras, podemos afirmar que permuta de imóveis nada mais é do que a troca de um imóvel por outro, podendo ou não ter parte do pagamento realizado em dinheiro. 

A negociação nesse formato pode ser feita de diversas maneiras: a troca por bens de mesmo valor (como a permuta de apartamento por apartamento, casa por casa ou terreno por terreno) ou por imóveis diferentes (apartamento por casa, terreno por apartamento ou casa por terreno).

Vantagens da permuta imobiliária

A permuta de imóveis oferece diversas vantagens aos envolvidos, entre elas a praticidade de negociação. Pode-se afirmar, porém, que a maior delas é a grande possibilidade de lucros para ambas as partes. 

Um exemplo: em vez de o dono de um terreno vendê-lo para uma construtora, é possível fazer a permuta de imóveis entre a propriedade e os apartamentos que serão construídos. Assim, a empresa não precisará desembolsar um valor para a aquisição da área, e a outra parte contará com a valorização do local.

Outro ponto positivo é a isenção de declaração do novo imóvel à Receita Federal caso não haja torna (quando não há pagamento de diferença). O Imposto de Renda da propriedade anterior é validado na troca, já que os bens pertencem ao mesmo segmento.   

Como realizar a permuta de imóveis   

Assim como a aquisição tradicional, é necessário fazer um contrato para que as duas partes sejam asseguradas juridicamente. Antes de formalizar a troca, é necessário que essas partes entrem em acordo sobre os valores fixados. 

É importante, ainda, que os envolvidos façam uma avaliação dos imóveis a serem negociados, uma vez que todas essas informações deverão constar no documento a ser redigido para a permuta imobiliária.

Essas negociações devem ser realizadas por meio de escrituras públicas. É importante salientar, também, que é necessário fazer a escritura das novas propriedades, o que pode custar entre 4% e 6% do valor de avaliação do bem.  

Para quem é indicado fazer permuta de imóveis

Qualquer pessoa pode disponibilizar seus imóveis para permuta, mas, por conta de sua facilidade, alguns perfis se encaixam ainda melhor nessa opção. É o caso daqueles que não têm tanto tempo para uma negociação tradicional. Alguns exemplos são:

  • Mudanças emergenciais: considere buscas por casas para permuta caso você não tenha tempo para vender seu imóvel e, então, procurar por outro para comprar; 
  • Demora na construção da residência: caso a construção de sua casa própria leve muito tempo, considere negociar seu lote com uma construtora em troca de uma ou mais unidades prontas;
  • Mudança de cidade: os funcionários que são transferidos para outras cidades a trabalho acabam tendo menos tempo para buscar uma moradia. A permuta imobiliária facilita essa transação,
  • Forma de investimento: a permuta imobiliária pode se tornar um investimento muito lucrativo e, também, mais rápido que os demais.  

Aquisição do imóvel

Assim que as partes fecham o acordo e a troca está legalmente realizada, o dono da nova propriedade tem a liberdade de fazer o que quiser com ela: vender, alugar, residir ou reformar. Não há qualquer restrição de uso. 

Mesmo com todas as vantagens da permuta de imóveis, é necessário analisar seu perfil e necessidade no momento. Então, para ter uma ideia de qual é a melhor opção para você, faça uma simulação de financiamento de imóveis em nosso site. 

Veja Também

Mais lidos