A importância de saber calcular o LMI de seguro

O LMI de seguro irá te ajudar a contratar apólices de seguro de acordo com suas necessidades, sem ficar no prejuízo

Durante a contratação de um serviço de proteção para sua residência, é muito importante saber como se calcula o LMI de seguro. Isso, porque, por meio dele, fica mais fácil verificar até quanto de indenização irá receber caso aconteça algum imprevisto envolvendo alguma cobertura contratada.

Além disso, o Limite Máximo de Indenização irá te ajudar a entender quais as suas reais necessidades perante um seguro residencial. Dessa forma, fica mais fácil evitar a contratação de apólices desnecessárias e que não atendem suas verdadeiras necessidades.

Entendendo a importância da LMI

Imagine a seguinte situação: durante um vendaval, parte das telhas do telhado de sua casa caíram, causando-lhe prejuízo. Se uma apólice capaz de cobrir tais danos for contratada, você não terá mais dores de cabeça, pois a seguradora irá lhe indenizar.

No entanto, o ressarcimento irá ocorrer até determinado valor, dependendo da apólice contratada. Por esse motivo, é importante verificar qual é o custo de reconstrução do seu lar, em situações envolvendo sinistro de incêndio, curto-circuito ou outros danos capazes de dar perda total na casa.

Curiosamente, para não pagar por uma apólice maior, não leve em consideração o valor de mercado do imóvel, pois o montante é relativamente superior ao de reconstrução do bem.

3 maneiras de contratar um seguro com o LMI

Basicamente, existem três formas de definir qual será o LMI de cada cobertura da sua residência, levando em consideração suas verdadeiras necessidades:

Risco total

O LMI por risco total deve ser o montante necessário para reconstruir sua casa, no caso do seguro obrigatório contra incêndio. Por exemplo: se a residência foi avaliada e teve o custo de R$ 600 mil, será este o valor limite a ser contratado.

Primeiro risco absoluto

Nesse caso, a seguradora irá cobrir todos os danos causados e previstos em apólice até o Limite Máximo de Indenização contratado. Se, porventura, o prejuízo for maior em relação à apólice, o proprietário é quem irá arcar com o restante do prejuízo.

Primeiro risco relativo

Neste último caso, o LMI contratado não precisa ser o valor total de risco do item assegurado e, consequentemente, sua apólice não irá cobrir todo o prejuízo dependendo da situação. Contudo, o valor de risco precisa estar declarado na apólice, mesmo a cobertura limite não sendo equivalente a essa quantia.

Diferença entre LMI e LMG

O LMG é o Limite Máximo de Garantia a ser pago por uma seguradora considerando todas as coberturas obrigatórias e adicionais contratadas. Sua aplicação ocorre, principalmente, quando algum dano no imóvel pode ser indenizado com duas ou mais apólices.

Essa talvez seja a principal diferença entre o LMI e o LMG. Enquanto o primeiro irá te indenizar apenas se o dano estiver envolvido em uma cobertura obrigatória ou adicional, o segundo irá te ressarcir de todos os prejuízos presentes em mais de uma apólice.

No entanto, não é possível transferir o valor de uma apólice a outra, a fim de cobrir danos superiores ao limite contratado previamente. Por exemplo:

  • sua cobertura contra vazamentos é de R$ 20 mil;
  • sua cobertura contra incêndio e outro sinistro de seguro relacionado é R$ 400 mil; 
  • o conserto do problema no encanamento ficou em R$ 25 mil;
  • no caso, não é possível transferir R$ 5 mil de uma apólice para outra a fim de cobrir todos os gastos,
  • portanto, o morador irá arcar com os R$ 5 mil de prejuízo.

Dicas de como definir o LMI do seu seguro

Ao definir qual LMI deve ser contratado para cada cobertura, tenha em mente algumas dicas importantes a fim de saber o valor exato da apólice:

  • passe a seguradora informações precisas relacionadas ao valor do imóvel e todos os bens nele presentes, desde móveis e eletrodomésticos, até roupas e acessórios;
  • como já mencionado, entenda a diferença entre custo de mercado e de reconstrução, e evite prejuízos ao seu bolso,
  • entre em contato com a equipe da Melhortaxa a fim de verificar qual LMI é mais adequado para cada apólice a ser contratada.

Como calcular o LMI?

Ao calcular o LMI de cada apólice, saiba o preço de reconstrução da residência. Caso um valor mais alto seja declarado, você só irá pagar mais caro pela apólice; e se o montante for inferior ao adequado, o resto dos prejuízos ficarão por sua conta.

Alguns fatores são levados em consideração na hora da seguradora te indenizar conforme o LMI de seguro. Conhecendo o valor de risco, é preciso ter em mente o VA (Valor Atual), depreciando itens como idade do imóvel e estado de conservação; e o VN (Valor de Novo).

A Melhortaxa te ajuda a contratar apólices de seguro com o LMI adequado, no mesmo momento de contratação do financiamento imobiliário. Portanto, cadastre-se em nosso site e receba toda a assistência gratuita sem precisar sair do conforto do seu lar!

Veja Também