O valor dado na entrada de apartamento é fundamental para quem deseja comprar o imóvel financiado e ter parcelas menores, além da possibilidade de conseguir melhores condições, como taxas de juros mais atrativas, durante as negociações.

Se você está com planos de comprar uma propriedade e quer entender melhor sobre a importância do valor de entrada em financiamento de imóveis, confira o conteúdo que a Melhortaxa preparou, exclusivamente, para esclarecer suas principais dúvidas.

Importância da entrada em um financiamento 

Ao comprar um novo lar ou um imóvel com fins comerciais, geralmente, as pessoas se preocupam em dar uma entrada para que o valor das parcelas sejam menores e, assim, o planejamento financeiro não seja tão comprometido. 

Porém, os compradores se limitam a dar a entrada mínima no financiamento de imóvel. Obviamente o valor contribui para melhorar o valor a ser parcelado, mas a grande vantagem de pagar a entrada de apartamento, por exemplo, é conseguir diminuir, o máximo possível, o montante a ser financiado.  

Essa é a principal vantagem apresentada em pagar a entrada. Mas outro ponto positivo é a possibilidade de negociar os juros com a instituição financeira. Quanto maior o valor pago na parcela, maior será a credibilidade que você passará e, consequentemente, maiores chances de ter taxas mais atrativas.

Quanto guardar de dinheiro para a entrada

O primeiro passo para definir quanto é preciso guardar para dar entrada no imóvel é estimar qual a faixa de preço do bem que será comprado, de acordo com Leonardo Bastos, coordenador do curso de Ciências Econômicas do Centro Universitário Newton Paiva.

“A fase de planejamento é a mais importante na compra de um imóvel, no sentido de evitar dissabores no futuro. E o primeiro passo é definir o valor do imóvel, partindo do pressuposto que quanto maior a entrada, menor é a prestação e aprovação do financiamento”, afirma o professor.

Com exceção do programa Minha Casa Minha Vida, subsidiado pelo governo federal, as linhas de crédito imobiliário do mercado costumam estabelecer o mínimo de 20% de entrada em apartamento e demais tipos de imóveis.

Na prática, o valor de entrada de apartamento que custa R$ 150 mil, por exemplo, será de R$ 30 mil, de acordo com o valor mínimo estabelecido pelas instituições financeiras. No caso de um imóvel de R$ 400 mil, a entrada mínima seria de R$ 80 mil e assim por diante.

Regra para imóveis novos e usados

Vale se atentar também ao fato de que o valor máximo financiado pode depender da situação de imóvel. Ou seja, é possível que o banco cobre entradas diferentes para apartamentos novos e usados.

Na Caixa Econômica Federal, por exemplo, o solicitante que deseja comprar um imóvel usado precisa dar 30% do preço dele já no início. Para as propriedades novas, como apartamentos, a entrada é de 10% a menos. Essa diferença incentiva o mercado imobiliário, que dispõe de várias unidades novas à venda.

Conte com a assessoria da Melhortaxa

Agora que a importância do pagamento de entrada de apartamento e demais tipos de imóveis foi esclarecida, entre em contato com nosso time de especialistas e estude as melhores opções de financiamento, de acordo com o seu perfil. A Melhortaxa ajuda você a encontrar as melhores propostas do mercado!  

Caso prefira, utilize  o nosso simulador e se organize financeiramente para realizar o seu plano. Caso queira saber quais são as condições disponíveis no banco, preencha um breve cadastro e receba por e-mail as melhores propostas. 

LEAVE A REPLY

Coloque seu comentário
Please enter your name here